Início » Brasil » Política » Só no sapatinho
Grita Brasil

Só no sapatinho

Deveria ser inconstitucional não dar um aumento digno aos trabalhadores e, num caso mais pontual, aos bombeiros do Rio de Janeiro. Por Claudio Schamis

Só no sapatinho
Fonte: Opinião e Notícia

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Enquanto a chapa com a história dos bombeiros continua quente e sem ainda uma luz no fim do túnel que leve a um “happy ending”, Dilma entra em cena colocando panos molhados para ter a certeza de que não haverá fogo nos documentos do governo que ela decidiu que serão mantidos em sigilo por tempo indeterminado. Com isso, ela acabou causando criticas do próprio partido no Senado. Teria sido essa decisão um tiro no pé? Ou seria apenas mais uma demonstração de que existem pessoas no governo que têm ainda muito a esconder? Ou foi também por muita pressão de gente da “melhor qualidade”, mas que não tem o selo ISO 9000 ou qualquer ISO que seja: José Sarney e Fernando Collor.

Na Câmara, o projeto da Lei de Acesso à Informação Pública foi aprovado com previsão de 50 anos, no máximo, para o sigilo de papeis oficiais. Há no Senado uma intenção de se retirar essa ressalva. Mas entre a intenção e o acontecer existe um abismo. Ainda mais se tratando de Brasília, políticos, enfim…

Mas legal saber que tem gente que quer isso. Resta saber se vão levar outros 50 anos para resolver essa questão.

E convenhamos. Em 50 anos, muitos de nós não estarão mais aqui. Eu talvez não esteja mais aqui. O Sarney com certeza não estará mais na presidência do Senado e nem aqui. Mas tirando tudo isso, é ainda muito tempo para esconder o nosso passado. Ter acesso à informação, além de ajudar a todos nós entendermos certas coisas, é um direito nosso. E garantido pela Constituição.

Falando em Constituição, deveria ser inconstitucional não dar um aumento digno aos trabalhadores e, num caso mais pontual, aos bombeiros do Rio de Janeiro. Não estou, com isso, querendo dizer que foi lindo ver a invasão e a depredação do nosso patrimônio. Mas sabemos que não são todos os bombeiros — nossos verdadeiros heróis, que arriscam suas vidas a cada dia para nos salvar –, que podem ser considerados baderneiros e que portanto merecem punição.  Temos que saber separar o joio do trigo. Assim como em Brasília. Lá ainda há (pouca) gente honesta. E não é por causa de poucos que muitos têm que ser punidos. O que continua me incomodando é o fato de sempre que o aumento a ser dado é para qualquer classe trabalhadora fora do ciclo Brasília, se cai na questão de que não há dinheiro, não há como. E todo aquele blá, blá, blá, que é preciso pensar, é preciso ceder, é preciso um sacrifício da nossa parte, pois isso e, pois aquilo.

Pois então eu pergunto: “Realmente é necessário mais sacrifício da nossa parte?”

Qual é o milagre que eles operam quando em questão de minutos aprovam aumentos inimagináveis para nós mortais e que se fossem dados seriam em parcelas nos próximos 20 anos, e ligam o ‘não quero nem saber como vão nos pagar’, que é mais light do que falar que eles ligam aquilo que você já sabe o que é e tem seis letras e um hífen separando o ‘oda do se’.

Mas a nossa realidade é essa que está aí e que a grande maioria acaba aceitando. O que acho um erro. Deveríamos ter mais voz ativa, saber que temos força e que não deveríamos permitir certos abusos. Em todas as esferas, em todos os sentidos.

Deveríamos saber cobrar mais e não nos contentar quando o governo acena com esmola e parece então que o povo se derrete todo com isso e engole todo o resto. Isso é errado.

Já está mais do que na hora de mostrarmos que somos gente grande, que temos sentimentos, que o que está aí não está bom. E de mostrar que juntos somos fortes. E temos que mostrar isso principalmente quando o que está em “campo” são nossas vidas, nosso bem-estar, nossos direitos de cidadão, e não somente quando sediamos uma Copa do Mundo. Temos que ser esses mesmos 190 milhões em ação pra frente Brasil, salve nós. A seleção deixa, que é assunto para o Mano Menezes.

E claro…

Salvem as baleias. Não joguem lixo no chão. Não fumem em ambiente fechado.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

8 Opiniões

  1. Beraldo Dabés Filho disse:

    Demorou, mas até que enfim, consertou o que eu denunciei meses atrás.

    Antes era “Salvem as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambiente fechado”.

    Agora sim:

    “Salvem as baleias. Não jogueM lixo no chão. Não fumM em ambiente fechado”.

    Que bela prova de prova de humildade(?).

    Pra ficar ripando erros nos livros do Ministério da Educação, foi bom mesmo corrigir os próprios e gritantes erros.

    Grita Brasil!!!

  2. Carlos U. Pozzobon disse:

    Duas indagações e uma só resposta. Documentos mantidos em sigilos ‘for ever’. E aumentos generosos de salários só para os brasilienses. Então fica mais ou menos evidente que o neoescravismo precisa ser mantido em sigilo, não é mesmo? Como é que vai se justificar a discriminação geográfica nos dias atuais? O melhor para os governantes, relativo a um acontecimento vindo do próprio governo é quando não se sabe como foi que tal coisa aconteceu. Cadê os documentos? Ficamos perplexos por alguns dias, mas logo depois esquecemos, como se fosse uma gripe curada. A única resposta portanto é a seguinte: Brasília é a nossa Cartago. Que não fique pedra sobre pedra.

    E por falar em Brasília, São Paulo está organizando A Marcha pela Ética. Acontecerá em São Paulo no sábado, dia 18 de junho, às 15 horas no Parque do Povo, Av. Henrique Chamma, 590, no bairro do Itaim-Bibi. Aberto a todos!
    Em outras cidades também está sendo organizada.

    Vejam a mobilização no facebook em
    http://www.facebook.com/home.php?sk=group_223216524357117&ap=1

    e participe. O Outono Brasileiro está começando.

  3. Helio disse:

    O PT não gosta de transparência. Assisti como ficaram transtornados no encobrimento mensaleiro.
    A argumentação do Pozzobon esclarece bem a questão.
    O Brasil teria grandes avanços se os pomposos de Brasília se concedessem um descanso merecido e geral, exaustos que estão em lidar com tantas e infinitas questões menores. As grandes questões, deixa que o Brasil resolve.

  4. zuka disse:

    Projetar Brasilia para os políticos que voces colocaram lá…foi como criar um lindo vaso de flores para voces usarem como PINICO….(OSCAR NIEMAYER)102 ANOS. nóis merece!!!!!!!!!!!zuka

  5. Léia Pereira disse:

    Uma coisa que deixa muito angustiada é a sensação de nada NUNCA vai mudar, principalmente se depender do povo. Também acho que só depende de nós, mas, como ser ouvido? Como voltar ao tempo em que a massa ia para as ruas gritar e conseguir o que queria? Acho que também vou morrer antes de Brasilia.
    Penso muito no futuro dos jovens e crianças.

  6. Nengatel disse:

    VELHO, A VIDA DOS CARAS É UM LIVRO ABERTO, MAS COM VÁRIAS PÁGINAS ARRANCADAS.
    PSIUUUU!!!!!!!!!!!!

  7. MARIA HELENITA BEZERRA disse:

    Calma gente! Só mais um pouco de paciência, vocês parecem tubarões que nadam uma eternidade no mar e querem morrer na praia. Se acreditam em Deus sintam-no em seus corações pois o apelo de seus filhos serão todos atendidos a contento. Neste momento estamos sendo ativados em altas freqüências de energias vindas do Grande Sol Central da galáxia e tudo é uma questão de seguir o script de nossa história porque luz não se bate se acopla num grande farol onde beneficiarem todo o Planeta diretamente do Brasil.
    PACIÊNCIA, AMOR, PAZ e LUZ
    Para toda a humanidade em especial para nossas crianças índigos e cristais que já se estabelecem no Planeta Terra.

  8. João Cirino Gomes disse:

    Na verdade até uma criança imatura consegue discernir o que é justiça!

    Mas são poucos os que tem coragem o suficientes para abraçar uma causa justa!

    A maioria desta população prefere se aliar a canalhas para obter vantagens, ou ficar sobre o muro esperando que alguém, ou seja um semi deus solucione os problemas do país!

    Desta forma, acabam elegendo oportunistas e santinhos do pau oco, que só visam se enriquecer da noite para o dia, sem se importarem com a pátria, ou com os flagelos e angustias da população carente e simplória!

    Qualquer politico sabe das prioridades para se ter justiça social e justa distribuição de renda!
    O trabalho a moradia, a saúde a educação e a segurança em um país sério teria prioridade!

    Mas no Brasil: Não tem verbas para dar salários justos aos professores, não tem verbas para educação, não tem para a segurança! Mas tem verbas para entregar kit boiola nas escolas!

    Não tem verbas para dar aumento justo aos aposentados! Mas tem para construir em Cuba!
    Olhe para onde estão indo nossos impostos> http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/video/nuestrosimpostos-1

    Não tem verbas para dar aumento digno aos bombeiros, mas tem para dar 100% em salários principescos de quem tem varias aposentadorias e exercem vários cargos, todos cheios de mordomias!

    Esta é a justiça social cantada em versos e prosa em toda época de eleição?

    Abaixo- assinado: Pelo fim da imunidade e impunidade! Ou então, demonstre seu repudio através do voto Nulo, aos que prometem, só visando vantagens!

    > Abrir hiperlink e assinar: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Janciron

    > A Pátria agradece!

    > ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA QUE TENHAMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *