Início » Brasil » Política » Tragédia no Morro do Bumba completa um ano
Protesto em Niterói

Tragédia no Morro do Bumba completa um ano

Moradores reclamam de falta de repasse do aluguel social

Tragédia no Morro do Bumba completa um ano
Moradores fazem protesto no centro de Niterói (Fonte: G1)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nesta quarta-feira, 6, véspera do aniversário de um ano da tragédia que deixou dezenas de mortos no Morro do Bumba, em Niterói, moradores do local e de outras áreas atingidas pelas chuvas de abril do ano passado realizaram um protesto denunciando a falta de repasse do aluguel social e pedindo moradias para os desabrigados.

Em entrevista ao G1, uma mulher de 53 anos contou que continua morando em uma casa localizada em um bairro vizinho ao Morro do Bumba que foi interditada pela Defesa Civil em abril do ano passado. Ela ressaltou que não recebeu nenhuma parcela do aluguel social, benefício de R$ 400 anunciado para ajudar as vítimas da chuva, e que optou por não ir para o abrigo oferecido pela prefeitura, pois “todos que estão lá reclamam das péssimas condições de higiene”.

A reclamação de atraso ou não pagamento do aluguel social se repete por parte de vários outros moradores do Bumba e de outras áreas de Niterói. Muitas pessoas dizem que voltaram para suas casas, que estão em área de risco, porque não têm para onde ir.

Áreas de risco

O presidente da Associação das Vítimas do Bumba, Francisco Ferreira de Souza, disse que o repasse de 3,2 mil alugueis sociais não é suficiente. “Só no Bumba tem 20 famílias que não estão recebendo o aluguel social. E muitos estão voltando para morar em área de risco”, disse o líder comunitário em entrevista ao DCI.

A prefeitura de Niterói informou que 3,2 mil famílias vêm recebendo o aluguel social desde maio de 2010, e que aqueles que não estão recebendo o benefício estariam com a documentação pendente. Ainda segundo a prefeitura, o aluguel social foi estendido por mais nove meses.

Leia mais:

Morro do Bumba: uma novela longe do fim

Fontes:
G1 - Moradores do Bumba e outras áreas afetadas pela chuva fazem protesto
DCI - Protesto marca um ano da tragédia do Morro do Bumba

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *