Início » Brasil » Política » Um grito contra a corrupção
Política

Um grito contra a corrupção

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Fred D´Orey, empresário, estilista e criador da marca Totem, de roupas de praia para jovens, está chamando os brasileiros interessados em manifestar sua insatisfação com a corrupção política para um encontro na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, na próxima semana. Leia a entrevista exclusiva que ele deu ao Opinião e Notícia.

ON: Como e por que você decidiu organizar a manifestação?
FRED D´O REY: Recebi centenas de emails. Muito desabafo, desespero, solidariedade. E quase todos perguntavam, e agora? E agora nada, eu pensava. Sou um cidadão comum. Trabalho pra caramba, pago impostos, gero emprego. Já faço a minha parte. Mas aí eu me toquei que tá todo mundo a fim de mudar esse quadro. Que assim como eu as pessoas não estão mais a fim de compactuar com essa tragédia. Que já chega de ser escravo da classe política que só pensa em saquear o país e comprar apartamento em Miami. Não quero mais pagar imposto e não ter nada em troca. Não quero. Quero que os caras trabalhem e sejam competentes. Quero que eles saibam que trabalham pra mim, que é o meu dinheiro que paga os salários desses senhores. Não quero mais esse Brasil. Tô fora desse. E como tem um monte de gente na mesma situação que eu, o meu texto correu a internet. As pessoas estão desesperadas sem saber o que fazer, escravizadas mesmo, produzindo riqueza pra ser roubada por esses políticos safados. E foi por isso que eu sugeri esse encontro de pessoas inconformadas com o atual Brasil. Vai quem quer. Eu vou. Dia 7 de setembro, 11 horas, Ipanema – esquina da Aníbal de Mendonça. Corrupção zero. Se essa zona acabar, vai sobrar dinheiro pra tudo o que precisamos.

ON: Qual a importância de reunir as pessoas num local público por uma causa comum, na sua opinião, e o que você espera desse encontro que está organizando?
FRED: Não estou organizando. Mandei um email sugerindo um encontro pra demonstrar nossa insatisfação e as pessoas abraçaram a idéia. Vem gente de São Paulo, de Brasília. espero que apareça uma multidão. Chega de ser ovelha. Muita gente faz pressão. E pressão muda as coisas. O país precisa mudar. Mas pra isso as pessoas têm que acordar e aparecer. E se não aparecer, a gente merece a porcaria de país que isso aqui virou.

ON: Está atuando sozinho na convocação das pessoas ou tem apoio de alguma instituição, outras pessoas, uma ONG etc?
FRED: Blogs e mais blogs. E muitas pessoas desesperadas como eu.

ON: Além do convite por e-mail, como está sendo divulgado o encontro?
FRED: Notas na imprensa e matérias. E blogs.

ON: Você tem tido uma boa resposta? Acha que as pessoas vão comparecer?
FRED: Tá todo mundo desesperado. Não é social, é desespero mesmo.

ON: Você acha que manifestações populares em geral podem fazer uma diferença efetiva, com relação ao resultado das eleições? Como e por quê?
FRED: Pode. As pessoas mudam o mundo.

As manifestações populares fazem parte da história do Brasil

ON: Quais outras maneiras você considera que podem ser utilizadas para conscientizar a população sobre o voto e combater a corrupção?
FRED: A única maneira é através da educação. E só estamos no buraco que estamos porque nossa população não tem nem o primário. Não sabem que são cidadãos, que o Estado lhes deve e não ao contrário. Por isso sofrem, sem reclamar, na fila do hospital, em pé no ônibus, com uma escola de porcaria, e na mão do bandido. São uns coitados, miseráveis, morro de pena do nosso povo. O Brasil é uma enorme reserva de mão de obra barata. Pessoas que não são cidadãos, sofridas e boas. Tão boas que não reagem. Enquanto isso, os nojentos da política armam seus esquemas e enriquecem, rindo da nossa imobilidade.

ON: Onde você costuma se informar sobre candidatos, e quais as medidas que toma para conhecê-los melhor antes de dar seu voto?
FRED: Eu leio, leio e leio. Tenho educação, tempo e dinheiro pra isso. Ao contrário da maioria da população. E é essa a nossa tragédia.

Serviço:

Encontro contra a corrupção
Data: 7 de setembro, 5ª feira
Hora: 11h
Local: calçadão da praia de Ipanema, esquina com a rua Aníbal de Mendonça, Rio de Janeiro.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Camilo Terras disse:

    Acho que mais importante que essas reuniões que acabam, se não em pizza, em chope, é lutarmos para não serem reeleitos os corruptos. Vamos espalhar as listas dos mensaleiros, sanguessugas e outros.

  2. Bruna C. dos Santos disse:

    Talvez seja legal fazer esse tipo de coisa pq assim quem é pobre tb pode ir e ouvir o q as pessoas tem a dizer, os pobres nao tem computador pra ler as listas que tem na net, e nao sabem q o lula foi o principal ladrao do mensalao e outros. Numa manifestacao assim, na praia q eh de graça, podem se informar sobre a corrupcao e quem sabe aprenderem em quem nao devem votar. abraços.

  3. Alexandre Gonçalves disse:

    O único problema é que parece que o público acabou dividido… tinha manifestação na Presidente Vargas também, bem na hora do defile e apenas 2 horas antes da reunião convocada pelo Fred.

    Outro pequeno problema: o povão mesmo não mora em Ipanema…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *