Início » Brasil » Política » Veja quais são as profissões mais estressantes
Carreira

Veja quais são as profissões mais estressantes

Ranking mostra quais são as carreiras com maior nível de estresse em 2011

Veja quais são as profissões mais estressantes
Ambiente de trabalho e pressão contribuem para altos níveis de estresse (Fonte: Stock.xchng)

O site de empregos norte-americano CareerCast elaborou um ranking das profissões mais estressantes em 2011, com base em uma análise de 200 tipos de carreira. Vejas abaixo quais são os empregos que têm o maior nível de estresse.

Pilotos de aviões comerciais
Por mais seguros que sejam os aviões, o peso da responsabilidade sobre a vida de centenas de passageiros, as pressões para estarem sempre dentro dos horários e o fato de trabalharem várias horas seguidas fazem desta profissão a mais estressante, segundo o ranking da CareerCast.

Relações públicas
Cuidar da imagem das empresas não é fácil, e para os relações públicas não há fins de semana de folga garantidos nem tampouco trabalho só nos horários convencionais.

Executivo sênior
Maior status profissional e salarial é igual a maior nível de estresse.

Fotojornalista
A combinação de fatores estressantes é grande: lugares inóspitos, disputa pelo melhor enquadramento, horários estranhos, muita pressão e salários relativamente baixos.

Repórter
A rotina de produzir notícias em tempo real e a obrigação de sempre chegar na frente é algo bastante estressante, isso além dos prazos apertados, das longas horas de trabalho e das situações de perigo.

Executivo de contas
Traduzir os desejos do cliente à área de criação da agência de publicidade é algo que se faz sob muita pressão.

Arquiteto
As pressões não estão ligadas ao trabalho de criação, mas sim a tudo o que o cerca: burocracia para aprovação de construções, reclamações de vizinhos e preocupações dos clientes.

Corretor de valores
Costuma ser a imagem do estresse nos filmes, com todo aquele frenesi, agitação, gritaria para não perder o dinheiro dos clientes em meio às rápidas mudanças nos mercados de ações.

Técnico de emergência médica
Sua responsabilidade é nada menos do que manter o paciente vivo até a chegada ao hospital.

Corretor de imóveis
Depois da crise do subprime nos EUA, então, esta definitivamente é uma profissão muito estressante.

Fontes:
Portal Exame - As profissões mais estressantes em 2011

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

8 Opiniões

  1. Patrick Schistl Leite disse:

    Eu acrescentaria o professor que tem que lidar com 200 cabeças adolescentes em media (alguns ultrapassam bem mais) durante uma semana, e aguentar a gestão no seu pé verificando tudo, para receber um salário que não chega nem perto de outras profissões com a mesma formação…

  2. Regina Caldas disse:

    Chama a atenção o fato que profissões científicas só aparecem uma única vez neste ranking. É ignorância ou má fé acreditar que um médico não sofra tanto estresse quanto um piloto de avião. A menos que haja uma comparação subjetiva da capacidade intelectual dos profissionais de cada área.

  3. Marcia disse:

    Faltou citar os professores.
    Estes sofrem com:
    a falta de respeito,
    os baixos salários,
    as jornadas duplas, tiplas…
    Enfim, se a pesquisa tivesse sido feita no Brasil com certeza o resultado seria outro.

  4. Arthur disse:

    Realmente faltaram os professores nesta lista!

  5. eliel campos de melo disse:

    Pena que estes argumentos sobre as profissoes mais estessante não esta o de consultor de vendas, hoje chamados de call menegement, isto sim é que é trabalho estressante as outras são fichinhas.

  6. Amanda Guedes, 15 anos disse:

    cadê os professores??

    apoio os amigos ai embaixo !

    dessa vez estaá mais precario o texto =/

  7. Paulo G. S. Nascimento disse:

    Posso até concordar com esta lista, mas se a mesma fosse feita no Brasil,teríamos que incluir várias outras: professores, motoristas de ônibus ou táxi nas nossas capitais, funcionários de transportadoras de valores (correndo constante risco de vida), carteiros e leituristas de empresas de água ou energia elétrica (que se estressam com usuários ou cachorros que lhes agridem), entregadores de supermercado (que só tem folga no domingo à tarde)e inúmeros outros exemplos de atividades que aparentemente não são tão “nobres” quanto as desta lista poderiam ser destacadas, pois cada ser humano reage de forma diferente diante das mais variadas situações.

  8. serginhogoleiro32@hotmail.com disse:

    Puxa vida, nem uma destas profissões são mais estressantes e perigosas e mal remuneradas do que ser AGENTE PENITENCIÁRIO, então não me diga que essas aí são difíceis. Conheça a realidade e não fique só atrás da mesa fantasiando.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *