Início » Brasil » Política » Viúva de Toninho do PT segue em busca da verdade
Política

Viúva de Toninho do PT segue em busca da verdade

Foi preciso seis anos e meio, um abaixo-assinado com 53 mil signatários, um depoimento na CPI dos Bingos e três audiências com ministros da Justiça para que a família de Toninho do PT conseguisse na marra, no último dia 24 de janeiro, o que deveria ter sido determinado há tempos pelas autoridades competentes: um inquérito da Polícia Federal para que seja investigado a fundo o assassinato, em setembro de 2001, do então prefeito da terceira maior cidade do estado de São Paulo.

Depois de apelar em vão em reuniões com os ministros Aloysio Nunes Ferreira, em 2001 — ainda na administração de Fernando Henrique Cardoso — e Márcio Thomaz Bastos, em 2004, finalmente a viúva de Antonio da Costa Santos conseguiu a ordem de abertura de inquérito. Ela veio do atual ministro da Justiça, Tarso Genro.

Durante todo este tempo, Roseana Garcia vem insistindo na tese de que a morte de seu marido não foi fruto de mero acaso, ou seja, de que Toninho do PT não estava meramente no lugar errado na hora errada. Em 2003, uma pesquisa do Ibope revelou que 70% do próprio povo campineiro não acreditava na hipótese de crime banal. Roseana chegou a ouvir do então candidato Lula, de cima de um palanque, em 2002, a promessa de que, uma vez eleito, daria a ordem para a investigação da PF, o que não aconteceu.

Toninho do PT foi baleado no dia 10 de setembro de 2001 quando estava sozinho em seu carro, na saída de um shopping em Campinas. Segundo a Polícia Civil, ele morreu porque cruzou com uma quadrilha de sequestradores em fuga. Acossados, os bandidos teriam disparado apenas para abrir caminho. Roseana e o resto da família do ex-prefeito de Campinas não aceitam esta versão. Acreditam que o assassinato de Toninho teve ligação com sua atividade como prefeito.

Para a família de Toninho do PT, portanto, a motivação do crime pode ter sido tirá-lo do caminho, mas certamente não foi do caminho apressado de bandidos comuns. Mais do que uma pedra no caminho, Toninho era uma pedra no sapato.

Ele abriu várias frentes de combate à corrupção na cidade que governava. Desde antes de ser eleito, adotou uma postura firme contra a máfia dos bingos na cidade, além de enfrentar irregularidades em empresas de transporte coletivo e de coleta de lixo. Quando foi vice-prefeito, entre 1989 e 1992, fez denúncias de corrupção na administração municipal. Na década de 1990, se envolveu em brigas contra a especulação imobiliária e em defesa do patrimônio histórico de Campinas. Em 1999, denunciou empresários locais na CPI do narcotráfico.

Em setembro do ano passado, o juiz José Henrique Torres, presidente do Tribunal do Júri de Campinas, rejeitou o pedido do Ministério Público de São Paulo para levar o seqüestrador Wanderson de Paula Lima a júri popular. Andinho, como é conhecido, é apontado pelos promotores do caso como um dos autores do assassinato de Toninho do PT. O juiz considerou que não havia provas suficientes para levá-lo a julgamento.

Em sua sentença, José Henrique Torres disse que "indício da participação do réu [Andinho] no homicídio somente poderia surgir de provas seguras e nunca de outros indícios, especialmente de indícios frágeis, inseguros, contraditórios e contrariados". O juiz determinou ainda a reabertura das investigações policiais, mas um recurso da promotoria junto ao tribunal de Justiça de São Paulo deve levar de dois a três anos para ser julgado, o que impede o início de novas apurações.

Na ocasião, os promotores disseram que a decisão significava impunidade; já a família de Toninho protestou contra o pedido de recurso, alegando que isto só serviria para atrapalhar uma investigação eficaz sobre a real natureza do crime.

Andinho, aliás, é o único ainda vivo dos quatro integrantes da quadrilha cuja fuga, segundo o Ministério Público, foi atrapalhada pelo carro de Toninho depois de uma suposta tentativa de roubo. Os outros três sequestradores foram mortos em duas ações policiais. Ele está preso em uma penitenciária de segurança máxima, já condenado a mais de 100 anos de prisão por outros crimes. Ele assume todos, menos o assassinato de Toninho do PT. A defesa de Andinho conseguiu registros de rastreamento do seu celular, segundo os quais, no momento dos disparos contra o ex-prefeito, ele estava a 77 quilômetros do local. A arma do crime nunca foi encontrada.

Tirando o fato de que os atentados terroristas de 2001 em Nova Iorque e Washington aconteceram no dia seguinte ao assassinato de Toninho do PT, ofuscando sua repercussão, pouca coisa neste caso pode ser atribuída ao acaso. Para a família de Toninho, o acaso menos provável de ter acontecido é exatamente o da coincidência fatal: Toninho estar no lugar errado na hora errada.

No entanto, o único inquérito policial concluído até agora apostou exatamente no acaso, na coincidência e na banalidade para explicar a morte de Toninho de PT, dentro de seu carro, alvejado por três tiros. Sobre esta investigação — que já havia sido desqualificada pela lógica, pelas circunstâncias, e por uma decisão judicial — a viúva Roseana Garcia acrescentou recentemente: "é uma peça de ficção".

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

13 Opiniões

  1. jose roque disse:

    Creio que os fatos referente ao assassinato de Ton.do PT devam ser exclarecidos. Para o bem da sociedade brasileira.

  2. Evandro Correia disse:

    É uma vergonha — não tenho dúvidas de que se trata de queima de arquivo. O PT mata ou esconde em subterrâneos os que conhecem seus podres.

  3. paulo disse:

    Vcs são doidos. Manipulam dados e informações. Que tal matérias sobre os deputados do PSDB presos com drogas em jatinhos?

  4. Markut disse:

    Não há dúvidas de que é preciso insistir, por todos os meios legais, afim de romper a barreira da simulação e hipocrisia, que esconde a realidade dos fatos.
    É uma triste e extenuante tarefa, mas nãohá outro caminho.
    O que não pode é deixar morrer o assunto

  5. Evandro Correia disse:

    Seria interessante o colega Paulo, se discorda dos fatos citados, dizer quais são estes e qual a versão que ele tem. Simplesmente sair xingando os outros é demonstração de ignorância.

  6. Driele Santos disse:

    Esse PT é como papel, se fizer uma limpeza pra valer, se acaba ou não serve pra mais nada

  7. Rodney Taboada disse:

    É absolutamente empatizavel a dor e a indignação da familia de "toninho do PT." Apenas quero lembrar que durante o regime Stalinista na antiga união sovietica milhoes de "toninhos" form sumidos pelo aparelho de segurança do ditador que se dizia comunista.Aqui esses caras do PT nem comunistas são, só são pequenos tiranetes de ocasião.Quando os tirar-mos do poder vamos descobrir toda a verdade deste e dos outros casos,e só aí limparemos o país desta sujeira.

  8. Cézar Henrique disse:

    Qualquer um sabe que as ações do Toninho do PT incomodavam topdo um esquema de corrupção que envolve FARC, PT, PCC e outros.
    O assassinato dele foi por razões políticas e por ele estar incomodando e muito aos DONOS do PT.
    Blog da UNR =
    http://www.blogdaunr.blogspot.com

  9. Agostinho disse:

    Acredito que a morte de Toninho do PT tenha sido por sua luta contra a corrupção, acredito também que se ele se abrigou e permaneceu no PT era porque ele acreditava e como muitos, que o PT é um dos partidos que mais combate a corrupção. Os que acreditam ser o PT o próprio responsável, sugiro se informar mais da situação e ler ou conversar conversar com os familiares do próprio Toninho, com certeza eles não pactuam com tal opinião.

  10. Rodney Taboada disse:

    Agostinho, não preciso nem perguntar, a esposa de Toninho, os familiares de Celso Daniel, já estão roucos detanto gritar "um grupo do PT está por traz dessas Tragédias".A quem o PT tanto esconde?

  11. Frans Bekker disse:

    Esse PT é o pior de todos os partidos políticos que já apareceram no Brasil. São desonestos, arbitrários, facistas, etc.

  12. Ana disse:

    É impressionante o artigo escrito aqui, e a opinião das pessoas totalmente tendenciosas, pelo que eu sei quem mais se incomoda com o PT é o PSDB e DEM. Se o PT ~fosse o pior partido e tão corrupto assim como escrevem, porque o Toninho tão ético continuaria nesse partido ?
    Como FRANS BEKKER escreve, chamando o PT de facista, eu pergunto, e o DEM que acolhe os piores filhotes da DItadura militar, período em que foram mortos muitos brasileiros que gritavam pela democracia. Isso tudo que se escreve aqui é tendencioso e para desacreditar o PT e o Governo. Afinal esses dias o secretário estadual de segurança de SP estava todo enrolado com PCC e a mídia ficou quietinha.

  13. Sergio Luis Bastos Nunes disse:

    Escândalo ,Discriminação em Empreza Estatal,fraudes,ameaças e exclusão em Concurso.

    Eu não era a favor as cotas mesmo sendo afrodescendente e tive está opinião até 2006!! Minha opinião mudou pois fui discriminado em um concurso na Eletrosul/Eletrobras onde fui cadastrado como Afrodescendente e fui o 16° colocado ao cargo de Assistente Técnico Eletrotécnico.Fui discriminado, e vítima de quebra de ordem de classificação,fraudaram dois laudos médicos e a ordem de classificação na convocação, violaram a lei do código penal 77116 em seu art.3° impedindo com fraudes minha admissão e posse.Absurdos como estes ocorridos no Concurso Edital 001/2006 Eletrosul.Veja no site http://www.conesul.org/concursos.asp
    Existe um processo na Justiça Federal e Estadual em Santa Catarina sobre a fraude nestas cotas na Eletrosul.Também possuo documentos originais que comprovam as várias fraudes na Eletrosul.Querem as comprovaçãoes peçam no meu email:snunes@vetorial.net ou pelo fone:0xx-53-91353526
    Falar com Sergio Bastos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *