Início » Brasil » Por que Youssef assinou o atestado de óbito de José Janene?
Suspeita

Por que Youssef assinou o atestado de óbito de José Janene?

Morte do ex-parlamentar é cercada de fatos suspeitos que serão investigados após a viúva dizer que não tem certeza se Janene está morto

Por que Youssef assinou o atestado de óbito de José Janene?
Janene morreu em 2010, quando seria julgado por seu envolvimento no mensalão (Foto: Agência Câmara)

A morte do deputado José Janene (PP), em 2010, vem provocando tumulto na CPI da Petrobras. Após a viúva do ex-parlamentar dizer que tem dúvidas sobre a morte do marido e o presidente da comissão, Hugo Motta (PMDB-PB), dizer que pedirá a exumação do cadáver, um novo fato aumenta a suspeita sobre o caso. O nome que consta como declarante na certidão de óbito de Janene é o do doleiro Alberto Youssef e não o de um familiar, como é comum.

Leia também: Deputado forjou morte para escapar de pena do mensalão?

Segundo uma reportagem da Folha, a informação de que o ex-deputado poderia estar vivo teria partido de sua viúva, Stael Fernanda, que teria dito que o caixão chegou lacrado e ninguém viu o corpo do marido. Horas depois do anúncio do pedido de exumação, Fernanda mudou o tom e disse que a proposta era “desrespeitosa” e “absurda”.

De acordo com a filha do falecido deputado, Danielle Janene, o doleiro é amigo da família de longa data e participou do reconhecimento do cadáver, ficando responsável pelos trâmites burocráticos. Danielle afirmou também que o velório foi feito com o caixão aberto e que os membros da CPI querem apenas “cinco minutos de fama”.

José Janene seria julgado pelo mensalão em 2012, mas morreu dois anos antes. De acordo com a delação premiada de Alberto Youssef, o ex-parlamentar também era um dos envolvidos nos casos de corrupção da Petrobras.

Amizade de longa data

Segundo informações de Stael Fernanda, Youssef passou a frequentar a casa da família Janene ainda em 2004 e foi convidado para ser padrinho do filho mais novo do casal. Fernanda disse não ter certeza de quando os dois iniciaram os “negócios”.

Um ex-funcionário do falecido deputado afirmou que os dois já se conheciam em 1996. No ano de 2003, um cheque de R$ 150 mil, no nome de Janene, foi encontrado na casa do doleiro, quando ele foi preso por envolvimento no caso do Banestado.

Imagem da certidão de óbito divulgada pelo Blog 'O Antagonista'

Imagem da certidão de óbito divulgada pelo Blog ‘O Antagonista’

Fontes:
Folha-CPI cogita exumar corpo de ex-deputado
Gazeta do Povo-Aliança entre Janene e Youssef se manteve até a morte do ex-deputado
O Antagonista-O coveiro de José Janene

4 Opiniões

  1. walkirio disse:

    …e mais uma vez renascerá do pó da terra a verdade. Será?????

  2. Roberto1776 disse:

    Edson, obrigado.
    Resta saber o que ela diz sobre este assunto.
    Consequentemente não existe a manchete, título deste artigo, de que Youssef assinou tal atestado.

  3. EDSON JOSE RIBEIRO JUNIOR disse:

    A médica é Rosana Ely Nakamura ( está na certidão). Ao que tudo indica, é anestesiologista.

  4. Roberto1776 disse:

    Ninguém menciona o nome do médico que assinou o atestado de óbito.
    Qual a razão desta omissão pela imprensa?
    Para o leitor permanece uma quase certeza de que estamos sendo mais uma vez enganados.
    Não dá para deixar tantas dúvidas sem uma explicação satisfatória que só uma exumação propiciaria.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *