Início » Brasil » Prefeitos acusam governo federal de calote
Coluna Esplanada

Prefeitos acusam governo federal de calote

Confederação Nacional dos Municípios acusa a União de calote pelos restos a pagar em obras

Prefeitos acusam governo federal de calote
Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios (Fonte: Reprodução/CNM)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Pelo menos 1.500 prefeitos da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) preparam nova marcha a Brasília para dia 10 de Outubro. A situação financeira piorou, e a relação com a presidente Dilma azedou desde o último encontro. A CNM acusa a União de calote pelos restos a pagar em obras. E a decisão do governo de desonerar de IPI alguns produtos causou efeito devastador nas contas, porque o imposto fomenta o Fundo de Participação dos Municípios. Serão R$ 8,4 bilhões a menos no FPM até Dezembro.

Pires na mão

Só a desoneração do IPI baixou em R$ 1,45 bilhão a previsão do FPM. Hoje, 2.500 cidades sobrevivem do fundo porque não faturam impostos suficientes.

Dois lados

A suspensão da cobrança da CIDE-combustíveis, para o governo segurar a alta da gasolina, causou revolta nos alcaides. É que deixaram de arrecadar R$ 595 milhões.

Pela lei

O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, alerta que muitos prefeitos vão deixar o mandato com saldo negativo, por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Igreja e Obama

Documento que será divulgado pelo Conselho Episcopal de Pastoral da CNBB critica o presidente dos EUA, Barack Obama, apesar os avanços no sistema de saúde mais popular: o aponta como generoso com os bancos. ‘Na verdade, Obama deu centenas de bilhões de dólares aos bancos. Por outro lado, não ajudou os proprietários de casas’.

2K na Esplanada

Gilberto Kassab, presidente do PSD, e a senadora Kátia Abreu (PSD-TO), conversam discretamente sobre um ministério que o partido pode ganhar de Dilma Rousseff. Ele é cotado para Comunicações. Ou será ela, na Integração Nacional, ou Agricultura.

Tô nem aí

Uma enquete realizada pelo CIEE-Centro de Integração Empresa-Escola com 12.443 jovens de todo o país constatou que 60% deles não são influenciados pelo horário político na TV para definir voto. Outros 35% assistem para escolher.

Eleições 2012

Disputa no mundo virtual por seguidores no Twitter: Obama (20 milhões), Katy Perry (26 milhões) e Justin Bieber (28 milhões) encostam em Lady Gaga (29 milhões).

Mistério

Ministros do STF – tão rápidos no gatilho como os senadores da base ao sabatinar Teori Zavascki – estão dando voz ao desejo de ver o futuro colega votar no Mensalão.

Mensalão tucano

Em aparte no STF à ministra Carmen Lúcia, o ministro-relator da AP 470 (Mensalão) deixou a dica sobre ‘outros mensalões em outras unidades da federação’. O PT cobra o julgamento do Mensalão tucano de Minas, do governo Azeredo, que teria iniciado tudo.

Cela & cidadania

As urnas eletrônicas serão instaladas dia 7 em 207 presídios, de 22 estados, para que pelo menos 14.671 detentos provisórios votem em seus candidatos. São Paulo, Amazonas e a Bahia lideram o ranking dos presos-eleitores.

Teste

O PSDB anseia a próxima pesquisa em João Pessoa, onde o ex-prefeito Cícero Lucena perdeu a liderança. É que Aécio Neves passou por lá na quarta em campanha por ele. Será o principal teste do senador sobre poder de transferência de votos fora de Minas.

Ensaio

O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) acredita que será o próximo presidente do
Senado. É o que aliados propalam na Paraíba. Mas terá de superar Renan Calheiros (AL), que apesar do escândalo de 2008, quer retomar o cargo em 2013.

Mundo dá voltas

Amanhã completam-se 20 anos do impeachment de Fernando Collor na Presidência. Hoje, ele convive bem com dois ex-‘caras pintadas’: senadores Randolfe e Lindbergh.

Leandro Mazzini é jornalista e escritor

Tô brabo

Osmarino Amâncio, seringueiro de Brasileia (Acre) e contemporâneo de Chico Mendes, trocou o PSOL pelo PSTU com acusações de descaracterização do antigo partido.

Ponto Final

O que impede os ministros Barbosa e Lewandowski do duelo braçal no STF: a prudência verbal ou a distância estrutural do plenário?

Com Marcos Seabra e Vinícius Tavares

www.colunaesplanada.com.br
contato@colunaesplanada.com.br
Twitter @colunaesplanada

* É proibida a reprodução total ou parcial da coluna sem a prévia autorização do editor da Esplanada

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. João Cirino Gomes disse:

    Lula disse que pagou a divida externa, mentira, ele quadruplicou a divida interna, perdoou dividas de vários países que deviam ao Brasil, fez doações aos amigos, e a vários países, inclusive de primeiro mundo como a Grécia!

    Quando a ficha cair veremos se o cara deslavada aparece para dar mais Pitágoras na economia!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *