Início » Brasil » Prefeitura de São Paulo proíbe a venda de foie gras
Direitos dos animais

Prefeitura de São Paulo proíbe a venda de foie gras

Nova lei multa em R$ 5 mil estabelecimentos flagrados vendendo foie gras. Iguaria é feita do fígado de gansos, alimentados à força por tubos na garganta

Prefeitura de São Paulo proíbe a venda de foie gras
Proibição entrará em vigor daqui a 45 dias (Foto: Flickr)

A Prefeitura de São Paulo sancionou na noite da última quinta-feira, 25, a lei que proíbe a venda e o consumo de foie gras na cidade. A proibição entrará em vigor daqui a 45 dias. Após esse prazo, estabelecimentos que forem flagrados vendendo foie gras serão multados em R$ 5 mil, quantia que dobra em caso de reincidência.

O projeto de lei foi apresentado em 2013, pelo vereador Laércio Benko. No dia 13 de maio deste ano, ele foi aprovado por unanimidade na Câmara e seguiu para a sanção do prefeito Fernando Haddad (PT).

Por ser um grande apreciador da iguaria, a expectativa era que Haddad vetasse a lei. Além disso, muitos juristas se posicionaram conta ao projeto, afirmando que cabe à União, e não à Prefeitura, legislar sobre comércio de produtos.

Na última quarta-feira, 24, temendo a rejeição do projeto, um grupo de ativistas protestou em frente a Prefeitura e entregou a Haddad um abaixo com 90 mil assinaturas que pediam a sanção da lei.

O prefeito, no entanto, aprovou a lei, contrariando o argumento dos juristas. Em nota, a Prefeitura informou que Haddad optou por “tratar do tema dentro do âmbito da legislação ambiental, considerando a manifesta intenção do projeto de proteger aves e animais do sofrimento”. O prefeito também sancionou a lei que proíbe o comércio de produtos feitos de pele de animais criados exclusivamente para a extração do couro.

O foie gras é uma iguaria típica da culinária francesa. O nome do prato significa “fígado gorduroso” em francês. Para produzi-lo, criadores engordam o ganso através da gavage, alimentação forçada afeita com tubos inseridos na garganta do animal. A prática faz o fígado do animal crescer até 12 vezes mais, tornando-se uma massa pálida cinzenta.

Fontes:
Folha-Haddad sanciona lei e foie gras está proibido em São Paulo

3 Opiniões

  1. Rogerio Faria disse:

    Eu prefiro que seja inserido um tubo alimentado com cianureto de potássio nos fígados dos políticos brasileiros.

  2. Carlos U Pozzobon disse:

    O fundamentalismo ambiental continua atacando por todos os lados. Inventam que os patos são alimentados por tubos e não de maneira natural, como se conhece e sabe dos processos de produção desde a Idade Média. Esta escória humana possui uma estratégia de aterrorização para atingir seus objetivos e consegue, como era de se esperar, ressonância dentro das calamidades petistas para impor seus projetos. Um prefeito legislando sobre alimentos é coisa do balacobaco. Está na cara que a medida vai cair. Viva o foie gras.

  3. Roberto1776 disse:

    Até no “foie grass nosso de cada dia” o petê se mete. Agora só falta proibir a compra deste alimento pela internet. Certamente os fornecedores deste produto, agora, criarão novos rótulos para o que for destinado ao consumidor que mora em São Paulo, declarando que os gansos e patos não foram alimentados de maneira cruel.
    Como essa turma é ingênua em certos aspectos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *