Início » Brasil » Presidente da Fifa joga duro e reconhece insatisfação do brasileiro
Copa de 2014

Presidente da Fifa joga duro e reconhece insatisfação do brasileiro

Joseph Blatter chuta o balde, reclama das promessas não cumpridas pelo governo e diz que brasileiro precisa ter vontade de trabalhar

Presidente da Fifa joga duro e reconhece insatisfação do brasileiro
Dirigente alertou que, para mudar o Brasil, a sociedade terá de ter 'vontade de trabalhar' (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente da Fifa acaba de jogar uma bola nas costas do governo brasileiro ao dizer que compreende as manifestações populares de insatisfação em relação à Copa do Mundo. Já ciente de que o estádio do Itaquerão não ficará concluído para a partida de abertura da Copa do Mundo, Joseph Blatter fez o que se diz na gíria do futebol como “bola pro mato que o jogo é de campeonato”.

Leia também: Protestos contra gastos com a Copa marcam a quinta no Brasil

O dirigente alertou que, para mudar o Brasil, a sociedade terá de ter “vontade de trabalhar” e admitiu que a insatisfação dos brasileiros em relação à Copa do Mundo se deve ao fato de que promessas de melhorias para o país não foram implementadas. Blatter diz a verdade, mas deve se preparar para entradas duras – e de carrinho – das autoridades brasileiras diante de suas declarações em entrevista à rede pública suíça RTS.

Como um craque que procura responsáveis pela derrota de seu time, ele faz questão de jogar a responsabilidade sobre o governo e sobre a sociedade. “Eu sei bem dessa situação”, declarou. “Os brasileiros estão um pouco insatisfeitos. Muita coisa foi prometida a eles”, explicou.

Na visão de Blatter, os projetos mirabolantes que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu para o país – como o trem-bala – não foram adiante. Mas ele insinua que parte da responsabilidade é da sociedade. “O Brasil é a sexta maior economia do mundo e, quando Lula estava no poder, ele disse que queria uma melhoria no país”, disse Blatter. “Mas, para isso, precisa-se da vontade do povo para trabalhar”, alertou. Em direta crítica ao governo, Blatter acrescentou que “a sociedade que Lula queria criar no Brasil hoje se separou um pouco”.

Crente de que este é o país do futebol, do samba, da música e do ritmo, Blatter, no entanto, acredita que as manifestações nas ruas vão parar no momento da Copa – “quando o primeiro chute for dado”.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. CLAUDIO PRIETO disse:

    Meu caro Presidente da FIFA Joseph Blatter, quando se fala que a sociedade precisa ter vontade de trabalhar para atender os anseios é de uma ignorância tão grande realmente de quem não conhece o nosso povo trabalhador, com todas as dificuldades que lhe são impostas ,falta de moradia saúde ,educação, transportes e a taxa maldita dos impostos que caem sobre seus ombros calejados, seria preciso acabar com a corrupção existente neste País não há um contrato assinado que não seja exageradamente super faturado do governo Federal com viagens e hospedagens com custos faraônicos, perdoando-se dividas altas de outros países a troco de nada as tropas no Haiti consumindo valores altíssimos construindo Porto em Cuba para que se eles nada tem a nos oferecer comprando a `Pasadena por um preço infinitamente acima do seu valor dai o senhor dizer que o Brasileiro precisa ter mais vontade não da para aguentar tamanha ingenuidade e ignorância

  2. Adalberto Nogueira disse:

    É duro ter que ouvir isso de um Suíço, principalmente quando procede. Trabalhamos muito, mas sem eficiência trabalhamos mal; sem eficácia trabalhamos errado; e sem pertinácia não concluímos o que começamos …trabalhamos à-toa.

  3. Mauricio Fernandez disse:

    Joseph Blatter ‘o suíço’ é um brincalhão. Sabe que o povo brasileiro nada tem a ver com os problemas de montagem da Copa no Brasil. Sabe que isso é coisa do governo e sua turma das obras superfaturadas e não entregues. Como a corda sempre rebenta do lado mais fraco é evidente que não basta ao povo brasileiro pagar por todos os roubos; tem que ser culpado também!

  4. Bernardo Ueno disse:

    Engraçado. Já estamos em 2014, no ultimo ano de mandato da atual presidente Dilma, e parece que o Blatter, ainda não sabe disso, tanto é que só lembrou-se do Lula e nem citou a Dilma. Coitada da Dilma, até lá fora ela não é lembrada que é a presidente do Brasil e que foi na gestão dela é que ocorreu a maior parte das obras, mesmo não concluídas ou terminadas com atraso, mas entregues a tempo. Até parece que lá fora também as pessoas devem achar que ainda manda nesse país é o ex-presidente Lula. Infelizmente estamos mal representados politicamente hoje

  5. Fidel disse:

    Esse Blatter é um fanfarrão! Agora pergunta se ele quer vir morar aqui! LOL!

  6. VANUSA disse:

    Uma piada!
    Estamos vendidos ou o quê? Falta um pouco de senso de dignidade para o povo brasileiro ter que ficar ouvindo isso de quem está tirando nosso sangue, nosso suor, se beneficiando com altos lucros do fruto do nosso trabalho. Pagamos impostos ou ele acha que no Brasil o dinheiro nasce em árvore??!!!! Ou quem sabe ele também pensa, mas não falou, que somos todos macacos!!!????

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *