Início » Brasil » Presos por morte de Marielle podem fazer delação, diz governador do Rio
VEREADORA DO RIO

Presos por morte de Marielle podem fazer delação, diz governador do Rio

Wilson Witzel disse que 'isto faz parte da investigação com os avanços surpreendentes da Lava Jato'

Presos por morte de Marielle podem fazer delação, diz governador do Rio
Wilson Witzel deu uma entrevista coletiva nesta terça no Palácio Guanabara (Fonte: Reprodução/Tomas Silva/Agência Brasil)

Em entrevista coletiva no Palácio Guanabara nesta terça-feira, 12, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou que o PM reformado e o ex-PM presos acusados de assassinar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes podem fazer delação premiada.

Leia também: ‘Repulsa’ motivou assassinato de Marielle Franco, diz MP

“Estes que foram presos hoje certamente poderão pensar em uma delação premiada. Isto faz parte da investigação com os avanços surpreendentes da Lava Jato, utilizando estas técnicas de investigação”, disse Witzel, que ressaltou ainda que a Polícia Civil usou métodos desenvolvidos pela Operação Lava Jato para chegar a Ronnie Lessa e Élcio Vieira de Queiroz.

“A Lava-Jato tem sido um exemplo. A investigação tem de ser fragmentada para que resultados apareçam. Tenho certeza de que nós avançamos muito e vamos avançar mais ainda”, disse também o governador.

O PM reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz foram presos na manhã desta terça-feira acusados de assassinarem a vereadora e o seu motorista em março do ano passado no Centro do Rio de Janeiro. O crime completa um ano nesta quinta-feira, 14.

De acordo com a denúncia, Lessa é o autor dos 13 disparos que mataram Marielle e Anderson; e Queiroz era o motorista do carro, um Cobalt, que perseguia o veículo da vereadora.

Fontes:
EBC - Witzel diz que presos no caso Marielle podem fazer delação

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *