Início » Brasil » Proibição ao termo ‘pagode’ se refere apenas à tipografia da fonte, diz FIFA
Lei Geral da Copa

Proibição ao termo ‘pagode’ se refere apenas à tipografia da fonte, diz FIFA

Palavra caracterizada como uma das marcas protegidas da Fifa até o fim do ano não se refere ao ritmo brasileiro

Proibição ao termo ‘pagode’ se refere apenas à tipografia da fonte, diz FIFA
Até 31 de dezembro, a palavra “pagode”, para fins comerciais, é de propriedade da FIFA (Reprodução/internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após a polêmica gerada pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), que registrou algumas centenas de palavras associadas ao Mundial em sua lista de marcas protegidas no Brasil até o final do ano, entre as quais “pagode”, a instituição veio a público prestar esclarecimentos sobre a exigência.

Leia mais: Fifa inclui ‘pagode’ e ‘Natal 2014’ em sua lista de marcas protegidas

Em nota divulgada na última quinta-feira, 22, a Fifa esclareceu que o registro da palavra “pagode” no Instituto Nacional da Propriedade Industrial não se refere ao ritmo brasileiro e sim ao nome da fonte tipográfica da marca da Copa do Mundo.

Ao proteger a sua fonte,  até 31 de dezembro, a palavra “pagode” usada para fins comerciais é de propriedade da FIFA. Nesse sentido, em teoria, seu uso sem a prévia autorização da instituição estará sujeito a processo. A restrição é amparada pela Lei Geral da Copa. “A marca nominativa Pagode (foi registrada) para evitar que outras fontes sejam criadas sob a mesma denominação ou similares, com o intuito de obter vantagem comercial à custa da visibilidade da fonte oficial da Copa do Mundo”, expõe o comunicado.

“A FIFA não tem a intenção de impedir que terceiros utilizem a palavra pagode”, explica a nota. A entidade salienta que o veto faz referência aos casos em que a fonte venha a ser usada para associar uma empresa à Copa. A arte da fonte Pagode foi criada por um artista contratado pela FIFA.

 

 

Fontes:
O Globo-Fifa diz que proibição de ‘pagode’ se refere à fonte tipográfica

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *