Início » Brasil » Protestos em mais de 100 cidades. O gigante acordou?
Manifestações em debate

Protestos em mais de 100 cidades. O gigante acordou?

Milhares foram às ruas reivindicar e centenas praticaram violência e vandalismo. Opine sobre o legado dos protestos

Protestos em mais de 100 cidades. O gigante acordou?
Grupos mais tensos tentam invadir o prédio do Itamaraty (Fonte:Reprodução/G1)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

As manifestações populares tomaram as ruas de mais de 100 cidades em todo país na noite desta quinta-feira, 20. Os movimentos começaram pacíficos e reuniram mais de um milhão e duzentas mil de pessoas reivindicando melhoras no transporte público, na política, criticando os gastos excessivos com a Copa do Mundo e pedindo o fim da corrupção. Houve registros de violência e confrontos com a polícia em várias cidades.

No Rio de Janeiro, mais de 300 mil pessoas se reuniram na Candelária, seguindo pela Av. Presidente Vargas. Foram três quilômetros de avenida tomados por manifestantes, que pacificamente gritavam palavras de ordens, carregavam cartazes e bandeiras expondo suas reivindicações. No Distrito Federal, a multidão de cerca de 30 mil pessoas se concentrou no jardim da Esplanada dos Ministérios, pedindo mudança na política. O movimento gritava “sem violência, sem violência”, demonstrando que as ações de vandalismo e confronto não estavam de acordo com os objetivos dos ativistas.

Mesmo assim, grupos isolados jogavam objetos nos policiais militares. As autoridades revidaram com spray de pimenta, com bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo para dispersar os grupos mais tensos. Os manifestantes subiram na rampa do Congresso, e tentaram invadir o prédio do Ministério das Relações Exteriores. Eles depredaram e atearam fogo em parte do prédio do Itamaraty.

Em São Paulo, pelo menos 100 mil pessoas percorreram a Av. Paulista em prol das reivindicações. Um movimento pacífico e de celebração pela redução das tarifas nos transportes públicos. Os ativistas seguiram para o Centro da cidade, cantando o hino nacional e carregando cartazes e bandeiras apartidárias. Houve registros de confronto isolados na cidade e em Campinas.

Em muitas cidades, grupos tentaram invadir prefeituras e enfrentar a polícia. Foram registrados confrontos pelo menos no Rio de Janeiro, em Belém, em Campinas, em Porto Alegre e em Brasília. Atos de vandalismo ocorreram em vários locais, como o incêndio de um carro da emissora de TV SBT e a depredação do espaço cultural Terreirão do Samba, no Rio. O número de cariocas feridos passa de 60. Em Porto Alegre, vândalos realizaram saques em lojas. A série de protestos registrou a morte de um jovem em Ribeirão Preto, São Paulo, que foi atropelado.

As redes sociais foram usadas para divulgar as manifestações e ajudaram a difundir pela internet frases como “o gigante acordou” e “vem para rua”, que apoiavam e estimulavam a participação da população nos movimentos. Cartazes com frases de feito bastante criativas também são destaque nas redes.

Caro leitor,

Em sua opinião, o gigante acordou?

Qual será o legado dos protestos no Brasil?


Fontes:
Texto com base na Cobertura da TV Globo e do G1

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

17 Opiniões

  1. Evandro Correia disse:

    Os jovens estão achando que “vão mudar o Brasil”. Será que vão mesmo? Vão tirar Renan Calheiros da presidência do Senado? Vão conseguir que os mensaleiros vão para a cadeia? Alguns se intitulam “Movimento passe livre”, ou seja, querem ônibus de graça. Mas quem eles acham que vai pagar a conta?

  2. Samuel disse:

    Quando falo em mudança política, ao meu ver, significa mudar o atual modelo vigente inclusive com a destituição do congresso nacional e a substituição dos atuais (des)governantes. O ápice dessas manifestações poderia elevar ao poder representantes legítimos de todos os segmentos sociais através de conselhos populares apartidários. Porque atualmente somente uma minoria está representada e, portanto, todas as decisões políticas são excludentes, uma vez que a maioria da população padece com a ausência, descaso e omissão do poder público. Dessa forma os políticos atuais, assim como os partidos políticos, não podem ter participação nas mudanças em curso, simplesmente por terem contribuído para o caos instalado no país. Só assim a população estará verdadeiramente exercendo a sua democracia e não os teatros eleitorais que desde sempre objetivaram legitimar no poder alguns pequenos grupos, caso contrário os resultados destas manifestações serão nulos.

  3. Anderson Peres disse:

    Fui no protesto ontem, dia 20/06, em Campinas, e me decepcionei por dois motivos. Primeiro, porque foi desorganizado. Segundo, e mais importante, porque o movimento, depois da redução das tarifas em várias cidades (e aqui), ficou sem foco. Precisamos de um foco, lutar contra tudo é lutar contra nada. Uma ação sem ideia não tem valor, fica um negócio genérico. Por isso, voltemos ao ponto inicial e vamos protestar pela redução nas passagens de ônibus primeiro. Depois vamos pensar, raciocinar, ser coerentes e fazer outros protestos com ideias tão firmes como essa. Boas dicas: protestos contra a PEC 37, contra o Estatuto do Nascituro, contra a tal Cura Gay… vamos fazer protestos com FOCO, com MOTIVO, não com discursos de “o Brasil acordou” sem nem saber direito pelo QUE se está na rua.

  4. Hélio Ribeiro disse:

    Os jovens podem até não mudar o Brasil, mas estão tentando, e você? Achando que é melhor como está, vai tirar Renan Calheiros da presidência do Senado? Vai conseguir que os mensaleiros vão para a cadeia?

    Estes jovens iniciaram este movimento com o objetivo de reduzir o preço das passagens e atingiram sua meta.

    Ora são criticados por não apresentarem propostas objetivas para melhorar o país. E os nossos políticos? Os anteriores, os que estão por aí e os que estão se preparando para assumir, com suas propostas vazias ou mirabolantes que não tem a intenção de cumprir?

    Onde estão nossos intelectuais e especialistas que não mostram a cara para oferecer suas propostas? Procuram o caminho mais fácil em sua cegueira secular.

    Estes jovens me inspiram e eu prefiro acreditar numa possibilidade vinda deles do que nas mentiras que vem dos palanques!

  5. azambuja disse:

    Se acordou ou não eu não sei. Só sei que as autoridades policiais mostraram-se ineptas para conter o terrorismo de um pequeno grupo que integrou as manifestações. Completamente ineptas. Algumas vezes correndo dos manifestantes. Os que porventura eram presos eram liberados algumas horas depois. Já é tempo de existir um local para reunir esses desordeiros presos.

  6. Sálvio Pessoa disse:

    As estatísticas apontam que, de 1383 até 2011 houve cerca de 40 revoluções – armadas ou não – em diversos países do mundo. Evidentemente, todas elas almejavam uma situação melhor e mais justa para as populações desses países. No entanto, a verdade é que nenhuma delas atingiu o seu objetivo. Nenhuma delas serviu para dar aos seres humanos a verdadeira felicidade. Tanto isso é verdade, que a humanidade vem se degradando, lenta e inexoravelmente, tendo atingido, nos dias atuais, um patamar praticamente insustentável, no qual as epidemias, as novas doenças para as quais a medicina não encontra cura, as guerras, a fome, a corrupção generalizada, os desequilíbrios climático e geológico, a perversão sexual, a degradação moral e tantos outros fatores degenerativos são fatos corriqueiros e até “normais”. Por que será que isso acontece? A resposta, simples e direta é PORQUE AQUELES QUE PROTESTAM CONTRA A CORRUPÇÃO SÃO TÃO CORRUPTOS QUANTO OS PROTESTADOS. Assim, quando os revoltosos assumem o poder, no lugar daqueles que foram depostos, entregam-se aos mesmos atos corruptos. Foi assim, por exemplo, com a revolução comunista. O regime comunista, que, pretensamente, curaria todas as mazelas e injustiças da era dos czares, acabou sendo corroído pelo mesmo vírus da corrupção que pretendia extinguir e o comunismo faliu, assim como faliu e falirá qualquer outra ideologia, religião ou filosofia que pretenda estabelecer sociedade justas e igualitárias na Terra. Porque não são apenas os governantes que são corruptos, os governados também o são. Os pobres são tão corruptos quanto os ricos e, quando protestam contra estes últimos, é apenas um protesto de inveja, porque, quando colocados no poder, cometem as mesmas barbaridades que criticavam anteriormente nos ricos.
    Como eu já disse, certa vez, neste filme, que eu já assisti centenas de vezes, não tem mocinho, são todos bandidos. Por isso, de nada adianta ir para as ruas protestar, nem ter esperança de que, através desses protestos, a triste situação social venha a melhorar. Se os protestantes vierem a ocupar o lugar dos protestados, provarão ser tão corruptos e egocêntricos quanto estes. Foi assim no passado, é assim no presente e será sempre assim no futuro, até que a raça humana compreenda que é necessária uma revolução sim, mas uma revolução interior e individual no espírito de cada ser humano, uma revolução que os faça entender a urgente necessidade de substituir o “eu” pelo “nós”. Quanto tempo isso demorará a acontecer, eu não sei; Mas é a única solução. O resto é pura ilusão, pirotecnia, teatro e fantasia, na qual só acredita que também acredita no Papai Noel, na cegonha e no coelhinho da Páscoa.

  7. Afonso Schroeder disse:

    Acabei de ver no canal 27 emissora de TV entre 13:00 e 13:30 de São Paulo o Diretor da BM & F, Bovespa, externando sua opinião, quando ao trabalho de desenvolvimento Social e das Empresas do Governo Federal, dizendo que estes movimentos são em função de ninguém ter feito nada ou quase nada nos últimos anos ilustre acorda as empresas nunca tiveram lucros como nos últimos dez anos, onde os jovens se desiludiram por isto os movimentos grevistas, dando uma conotação como se os ótimos últimos gestores públicos, “Lula e Dilma” não estariam empenhados incansável mente na busca do desenvolvimento econômico e principalmente o Social, digo sem medo de errar a este ilustre diretor do Bovespa, que no mínimo nascido em berço esplendido com ideias que no mínimo não são saudáveis para a sociedade de São Paulo maior cidade do Brasil e por outro lado onde temos os maiores bolcões de miséria humana (favelas), que deve estar sendo governado por pessoas de seu gabarito intelectual, que fingem não enxergar aquilo que esta acontecendo em suas voltas chamado por este tipo de ilustres de classes C,D e E, que não ganham trabalhando o mês inteiro aquilo que ele gasta num jantar, eu e milhares de brasileiros pode ter certeza ilustre do BM & F Bovespa, não acreditamos na sua maneira de colocar as coisas querendo culpar os bons Estadistas Luís Inácio da Silva (Lula) e Dilma Rousseff como bode expiatório da classe que luta trabalha deixando os ilustres mais ricos e não repassando nos salários aquilo que deveria ser pago aos a salariados e vou além se os que se dizem formador de opiniões são todos igual o “ilustre” a escravidão vai continua, mas graças a Deus a sociedade acordou e temos e vivemos numa ampla liberdade democrática podendo reivindicar justiça social, pense nisto.

  8. Geferson disse:

    -Nossa presidenta ao invés de convocar seus ministros para discutir cada uma das reivindicação do povo, corre atras de Lula e seu marqueteiro. Pode?
    -Não adiante marketing enganador nem falácias estatísticas, afirmando que saíram da miséria os que alçaram a classe média, ganhando 271 reais.
    -Não adianta “onda vermelha” quando o “tsumani” das Redes Sociais já colocou o povo nas ruas
    -Não adianta distribuir migalhas nem reduzir centavos, sem propiciar empregos decentes e transporte de qualidade.
    -Tão pouco adianta investir em “circo futebolístico” em detrimento das prioridades mais gritantes, num país que ocupa a 85ª posição no IDH e 1ª posição de maior pagador de impostos

  9. Carlos U. Pozzobon disse:

    O gigante acordou, mas de ressaca e faminto. Vai até a cozinha e não encontra nada para comer. E aí começa a choramingar, se lamentar, arrancar os cabelos e babar na camisa. O que foi que eu fiz ontem? Não se lembra direito da festança, da orgia, do oba-oba. Parecia que tudo estava tão bem e de repente começaram a ficar tontos e a quebrar os porongos, de repente uma oca inteira veio abaixo e a festa acabou em pancadaria. Acho que tudo começou quando alguém reclamou da azeitona. Mas talvez fosse a calabresa, ou quem sabe não foi falta de papel higiênico? Pode ter sido. Mas os donos da tribo, os que foram eleitos e desfrutam dos cargos, prometem nunca mais, nunca mais, e no entanto amanhã continua. Sei não, essa coisa de tupinambá fazer festa sempre termina assim. A maldição de Cunhambebe se abateu sobre a taba. ++++++++++++++++++ Precisamos buscar as razões na ficção, porque na realidade não encontramos nada.

  10. Felix disse:

    Boa Carlos Pozzobon.

    A verdade é que o Brasil fez voz uníssona para preservação dos seus direitos (vide PEC37 e Fora Feliciano,Sarney, Renan, Henrique Alves e alguns politicos locais), exigindo qualidade e presteza nos serviços como saúde, transporte, infra-estrutura e educação, mas até então, com taxação a nível da Suécia e atendimento de Gabão.
    Por isso Padrão Fifa nos hospitais e transportes..

  11. helo disse:

    O povo sabe que tudo está pior e protesta. O custo alto é culpa do governo federal. O carro ganhou incentivos, o transporte público não. A falta de bandeiras partidárias mostra que surge alguma percepção de que os gastos, os impostos maiores do mundo tem um destino equivocado. Não há esperança de renovação de governo porque matou-se a oposição com cabides e corrupção. Infelizmente a turma deixará o poder só muito mais tarde, quando o acordar para a renovação se tornará mais claro para todos os brasileiros.
    Os milhares de usuários do meu hospital federal sabem que diminuíram dramaticamente os profissionais e os remédios, e que a burocracia dificultou o tratamento. Um profissional não pode encaminhar para outro serviço no próprio hospital para esclarecer um diagnóstico. O esclarecimento só virá por pedido de um posto distante. O vai-e-vem do paciente pode lhe custar a vida. Agora acenam com a vinda de novos profissionias terceirizados, ganhando o dobro. Algo a ver com os tais 6.000 brasileiros que estudaram de graça e sem vestibular em Cuba e vieram para o sudeste? (Com a população menor que a do Rio, Cuba levaria 20 anos para formar 6.000 médicos)
    As pessoas, como os pacientes do hospital federal, aos poucos vão se dando conta quem é o maior culpado. Levará mais tempo do que o necessário para dizer não a Dilma, criticada até pelo seu próprio partido.

  12. Áureo Ramos de Souza disse:

    O GIGANTE ACORDOU DE FATO SÓ NÃO ESTA SENDO DE DIREITO POIS O GIGANTE AINDA É FRACO, FALTA UMA MOBILIZAÇÃO MAIS ORDEIRA E ORGANIZADA COM ACOMPANHAMENTO DE AUTORIDADES TERMINANDO DO JEITO QUE COMEÇA

  13. Elida disse:

    Ou a classe política entende que o método atual de fazer política já não se sustenta mais ou eles cometem suicídio político. A força das redes sociais é incontestável, as mentiras que eles usam não têm lugar no mundo de hoje.

  14. aldo sperry junior disse:

    Apio de forma incontinenti o manifesto pacífico.
    Quase não se viu e nem ouviu falar da alta carga
    tributária que está sendo imposta. É um verdadeiro
    absurdo arcarmos com este fardo de “obrigações”.
    Esta bandeira tem que ser defendida pelos brasileiros
    pois como diz o adágio “dinheiro e paulada não volta mais”.
    Sucesso nesta empreitada e, aqui em Nonoai, dicade minúscula do RS,
    estamos atentos e apoiando.
    Att/Aldo.

  15. Sérgio Abreu disse:

    APOIO A TODOS PENSAM ASSIM A DILMA DESDE O COMEÇO NÃO DEVERIA SER ELEITA ELA FEZ DO BRASIL UMA DESGRAÇA E FEZ ALGUNS BRASILEIROS A DESMAZORRAREM A SI PRÓPRIO

  16. Thais disse:

    Concordo plenamente em tudo. Mais vejamos bem.. Depois de um tempo, ja estamos no dia 09/11/2013, Melhorias? Teve o MINIMO DO MINIMO, continuamos quase na mesma situação, Precisamos lutar ainda mais pelos nossos ideais, pelo nossos direito, porque sim, temos deveres, que acredito que a grande maioria da sociedade cumpre com cada dever seu imposto pelo governo , e merecemos ter nossos direitos, sempre sermos prejudicados cada dia mais. Porque como diz meu professor de sociologia, ”a tendência é piorar”. Por enquanto é isso. Esse o pensamento de uma jovem de apenas 16 anos tentando entender, descobrir formas pra termos melhorias no nosso país. Obrigada.

  17. hermes lopes disse:

    “O gigante acordou” fez uma bagunça pelas ruas e foi trabalhar de graça para realização da copa.
    O gigante deveria ter ficado dormindo, calado. Assim talvez esta copa gerasse empregos para muitos brasileiro, mas o gigante preferiu trabalhar de graça. “Otários”

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *