Início » Brasil » Quase 90% dos desempregados aceitaria salário menor
PESQUISA

Quase 90% dos desempregados aceitaria salário menor

Maior parte dos profissionais sem emprego aceitaria ganhar menos do que no trabalho anterior para voltar ao mercado

Quase 90% dos desempregados aceitaria salário menor
O índice atual é maior do que o divulgado anteriormente (Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)

Uma nova pesquisa mostrou que 86% dos trabalhadores que estão fora do mercado de trabalho aceitariam uma redução salarial, se comparado ao último salário recebido, para voltar a estar empregado. Os dados são da 5ª edição do Índice de Confiança Robert Half, noticiado pelo portal G1 nesta sexta-feira, 14.

O índice atual é maior do que outro, divulgado em abril, quando a Robert Half deu conta de que 70% dos profissionais desempregados aceitariam uma remuneração menor para voltar ao mercado. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há quase 13 milhões de pessoas desempregadas em todo o Brasil.

A inclinação por aceitar um salário reduzido acontece pela dificuldade de entrar novamente no mercado de trabalho, em um período que os índices de desemprego continuam flutuando. A gerente sênior de recrutamento da Robert Half, Maria Sartori, destacou a preocupação das pessoas que estão vendo as reservas financeiras chegarem ao fim, e sentem a necessidade de voltar ao mercado.

“É preciso entender há quanto tempo esse profissional está fora do mercado, como estão suas reservas financeiras e até qual valor ele aceitaria reduzir sua pretensão salarial”, disse Maria ao G1.

Por isso, Maria Sartori recomenda que cada profissional avalie a sua situação e a proposta de vaga oferecida, pensando também na oportunidade de crescimento na empresa e aprendizado para a carreira.

Mesmo com a perspectiva atual ruim, a maioria dos desempregados se mostra confiante em uma melhora num futuro próximo. Ao todo, 64% dos profissionais entrevistados, com idades superiores a 25 anos e formação superior completa, acreditam que o mercado de trabalho estará melhor em seis meses.

Fontes:
G1-Pesquisa mostra que 86% dos entrevistados aceitariam salário menor para voltar ao mercado

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Paulo Brandão disse:

    O resultado desta pesquisa é um tapa na cara desse pessoal que vive na bolha do emprego público e que é contra a “perda de direitos trabalhistas”. O direito fundamental é ter liberdade de trabalhar como quiser, de acordo com as necessidades do mercado de trabalho. Quanto menos regras e amarras mais chances surgem e menos gente fica desempregada.

  2. Aureo Ramos de Souza disse:

    Eu não acredito nesta pesquisa do G1 e a situação não está para tanto. Isto é um Fake News

  3. Rogerio Faria disse:

    Putz, eu trabalharia por um prato de comida…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *