Início » Brasil » Que é isso, doutor?
COLUNA ESPLANADA

Que é isso, doutor?

Moro não vê prejudicadas as investigações com a retirada do sigilo da delação de Palocci

Que é isso, doutor?
O jurídico do PT e de Lula preparam novas ações contra o juiz Moro no Conselho Nacional de Justiça (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O juiz federal Sérgio Moro justificou que não vê prejudicadas as investigações com a retirada do sigilo da delação do ex-ministro Antonio Palocci. Um serviço à nação, sim, mas o magistrado tinha o conteúdo desde junho, quando a delação à PF foi homologada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Criminalistas se perguntam por que soltar a seis dias da eleição? O jurídico do PT e de Lula preparam novas ações contra o juiz Moro no Conselho Nacional de Justiça. O magistrado terá de se explicar depois dessa.

Ai, Paloccinho

Dilma soltou dura nota contra Palocci. Mas quando ele deixou a Casa Civil de seu governo, ela suspirou: “Ai, meu Deus, perdi meu Paloccinho”, conta um ex-senador.

De novo!

E o PT não aprendeu com o Mensalão dos deputados, segundo Palocci. Repetiu na Petrobras o esquema de receber propina de contratos de publicidade.

Caixa dois

A conferir as provas da delação de Palocci, fica uma lição especial, entre tantas: financiamento de empresas para a campanha tinha mesmo de acabar. O que não quer dizer que o caixa dois acabou…

Discrição dos vices

Diferente do boquirroto general Hamilton Mourão, os demais vices nas chapas tiveram participação discreta nas campanhas. Mourão causou danos irreparáveis à campanha de Jair Bolsonaro (PSL) com afirmações controversas. Já Manuela D’Ávila (PCdoB), vice de Haddad (PT), evitou a defesa efusiva de ideias comunistas – praxe na carreira.

Elas & Eles

Senadora Ana Amélia (PP-RS), vice de Geraldo Alckmin (PSDB), comumente associada aos discursos inflamados na tribuna do Senado, também adotou a postura “diplomática” na campanha. A também ‘incendiária’ da tribuna senadora Kátia Abreu (PDT), vice de Ciro Gomes (PDT), teve participação e aparições discretas.

Vice é… vice

Dos outros vices – Germano Rigotto e Paulo Rabello de Castro –, respectivamente de Henrique Meirelles (MDB) e Álvaro Dias (Podemos), pouco se ouviu falar durante o primeiro turno da disputa.

Voando, Haddad?

O presidenciável do PT tem voado nos jatinhos da Icon, a maior empresa de aviação executiva do país, de propriedade de Samuel Klein, fundador das Casas Bahia.

Jair sentado

Jair Bolsonaro (PSL) está bravo com as críticas dos adversários sem poder se defender. Quer ir ao debate da TV Globo na quinta. Se toparem, ficará sentado. Vai insistir.

Democracia digital

PT e PCdoB têm variados projetos de lei de financiamento da mídia alternativa como rádios comunitárias, blogs e portais de notícias. A conferir se serão um braço midiático-partidário em caso de vitória de Haddad. Hoje já existem alguns com esse perfil.

Atualização

Vale ressaltar, para não haver mais disse-me-disse. Réus na ação do MPDFT, Alírio Neto e o advogado Ibaneis Rocha foram inocentados no processo sobre o pagamento de perdas salariais relativas à correção da URV para servidores da Câmara Legislativa do DF. A Casa desembolsou milhões para a turma. Os ministros da Segunda Turma do STJ não viram irregularidade na correção e rejeitaram a ação em agosto de 2017.

Democracia

Maravilhosa, inteligente, necessária a propaganda (apartidária) do Burger King sobre a lição do voto em branco, em prol do voto útil. Está na TV e no Youtube.

Americanas ‘verde’

A Lojas Americanas vai apoiar 11 comunidades indígenas e ribeirinhas com mais de 2 mil beneficiados, no Amazonas, em projetos de sustentabilidade envolvendo educação ambiental, gestão de resíduos, conectividade e inclusão digital. Mantém há 10 anos o patrocínio à Fundação Amazonas Sustentável, organização que atua há mais de 10 anos.

______________________

ESPLANADEIRA

Owww.idec.org.br lançou a Plataforma dos Consumidores, onde eleitores podem pressionar candidatos a atender principais demandas. A plataforma de educação à distância do Ministério do Trabalho e da UnB já qualificou 81,5 mil pessoas; mais de 500 mil se matricularam. A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, e o trade turístico do Rio de Janeiro, entregam hoje ao candidato Eduardo Paes as demandas do setor.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *