Início » Brasil » Que o ‘norte’ seja mesmo o ‘norte’!
GRITA BRASIL

Que o ‘norte’ seja mesmo o ‘norte’!

Na cerimônia no Congresso para comemorar os 30 anos da Carta Magna, Bolsonaro disse que 'a Constituição é norte da democracia'. E é bom que seja

Que o ‘norte’ seja mesmo o ‘norte’!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), na cerimônia no Congresso para comemorar os 30 anos da Carta Magna, afirmou que “a Constituição é norte da democracia”. E é bom que seja.

Essa fala de Bolsonaro cria em mim uma expectativa de que isso seja mesmo verdade, e uma afirmação que será seguida ao pé da letra.

É como a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, falou: “não basta reverenciá-la [a Constituição], é preciso cumpri-la”.

A eleição acabou. Ele foi eleito. Está na hora de falarmos de forma séria.

Chega de cuspir frases que, se levadas à risca e cumpridas, possam fazer desse “norte” um “oeste”.

Está na hora de começar a mostrar que estamos no caminho certo. Tudo bem que é prematuro julgar, e eu não estou (ainda) julgando, só colhendo frases, pensamentos e processando todos eles para começar a rabiscar ideias na cabeça.

Acredito que Bolsonaro tenha acertado em convidar Moro. Mas é bom que ele policie um pouco o que os assessores de seu círculo próximo falam em suas declarações, que podem fazer da relação dele com o Congresso um tanto conflituosa.

É bom lembrar que Bolsonaro depende do Congresso para colocar seus planos de mudar o rumo do Brasil. Se essa relação não for boa, adeus. E, sinceramente, não precisamos de mais quatro anos de sofrência. Mas sei também que é necessário paciência, pois não será em alguns meses que veremos resultado.

Temos então que rezar para que Bolsonaro fique sensato, ponderado, pés no chão. E que, como disse, controle seus subordinados, ministros, filhos e seu vice. Já vimos “estragos”, ou o que poderiam ser estragos, em algumas declarações desse povo. Como, por exemplo, de Paulo Guedes, futuro ministro da Economia – ou superministro como estão falando, mas, sinceramente, nada superlativo é bom (nem o apelido de “mito”, de Bolsonaro) -, que disse: “é preciso dar uma prensa no Congresso”. Ou as declarações de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, que afirmou que é preciso “tratorar” a esquerda no Congresso.

São essas “pequenas coisas”, que de pequenas nada têm, que podem pôr lenha numa fogueira que nem foi acesa ainda. Temos só fagulhas. Mas que não podem ser ditas por um ministro e pelo deputado federal mais votado da história. Isso pode, num primeiro momento, passar a ideia de que eles se acham a cereja do bolo. Mas não são. Então, antes deles, e de outros, começarem a se achar, melhor mostrar o papel de cada um, a sua devida importância, mas com limites.

Vamos rezar e pedir para que a bússola de Jair Bolsonaro esteja calibrada com a ponderação, o bom senso e com a própria Constituição.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    o Bolsonaro terá que enfrentar um congresso e um senado cheio de corruptos,isso sem contar com um STF que apadrinha os notórios representantes da corrupção que conseguiu falir a nação.espéro que o presidente eleito faça valer o poder de autoridade máxima a que tem o comando.em ultimo caso,poderá se utilizar dos artigos 136,137,138,139 e 142 da constituição federal,

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *