Início » Brasil » Quem nunca teve dengue não deve tomar vacina contra a doença
ANVISA

Quem nunca teve dengue não deve tomar vacina contra a doença

Recomendação foi divulgada na última quarta-feira, 29, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Quem nunca teve dengue não deve tomar vacina contra a doença
Vacina Dengvaxia, produzida pelo laboratório Sanofi-Aventis, é a única aprovada no país contra a dengue (Fonte: Reprodução/TV TEM)

Aprovada no Brasil em 28 de dezembro de 2015, a vacina Dengvaxia, do laboratório Sanofi-Aventis, não deve ser tomada por quem nunca teve dengue. A recomendação foi divulgada nesta quarta-feira, 29, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com a Anvisa, o laboratório apresentou dados preliminares que sugerem que quem nunca teve contato com o vírus da dengue pode desenvolver formas mais graves da doença após a aplicação da vacina, que não é oferecida pelo Programa Nacional de Imunizações.

Embora a suspeita do laboratório ainda não seja conclusiva, a recomendação da Anvisa é de que a vacina não seja tomada por quem nunca teve contato com o vírus, uma vez que existe a possibilidade de que pessoas soronegativas desenvolvam um quadro mais grave de dengue caso sejam infectadas após terem recebido a vacina.

A Anvisa informou que o risco de desenvolver um quadro mais agudo de dengue não tinha sido identificado “nos estudos apresentados para o registro da vacina na população para qual a vacina foi aprovada”. Ainda de acordo com a agência, antes do registro, foram realizados testes em mais de 40 mil pessoas em todo o mundo. Além disso, as pesquisas seguiram padrões estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde.

Os dados mais completos dos estudos ainda serão avaliados pela Anvisa. Por enquanto, a bula da vacina Dengvaxia, a única aprovada no país, será atualizada. A agência considera que o benefício da aplicação da vacina para pessoas que já tiveram dengue continua favorável.

Fontes:
EBC - Pessoas que nunca tiveram dengue não devem tomar vacina da doença, diz Anvisa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *