Início » Brasil » Rebelião em presídio do Rio Grande do Norte deixa 26 mortos
SISTEMA CARCERÁRIO

Rebelião em presídio do Rio Grande do Norte deixa 26 mortos

'Em termos de número de mortes essa é a maior rebelião da história do Rio Grande do Norte', afirma secretário

Rebelião em presídio do Rio Grande do Norte deixa 26 mortos
Alguns corpos foram esquartejados e dois foram carbonizados (Fonte: Reprodução/Inter TV)

Uma rebelião que começou na tarde de sábado, 14, e durou cerca de 14 horas na Penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, terminou com a morte de 26 presos.

Leia também: Entenda a relação da guerra das facções com a rebelião em Manaus

Trata-se do terceiro motim em penitenciárias do país que acaba com dezenas de mortes desde o início do ano. Os outros dois episódios ocorreram no Amazonas e em Roraima.

O governo do Rio Grande do Norte informou que alguns corpos foram esquartejados e dois foram carbonizados. Em entrevista coletiva na noite deste domingo, 15, o secretário de Segurança Pública, Caio Bezerra, afirmou que nesta segunda-feira, 16, será realizada uma revista na unidade para buscar armas brancas ou de fogo.

De acordo com o secretário de Justiça, Wallber Virgolino, os líderes identificados foram isolados. O governo vai pedir a transferência deles para presídios federais. Nesta segunda, alguns detentos serão transferidos para outras unidades no próprio estado. Virgolino ressaltou que o objetivo é separar duas facções: Sindicato do Crime e PCC.

Pelo menos nove presos com ferimentos graves foram levados para um pronto-socorro em Natal. Não há previsão de alta.

“Em termos de número de mortes essa é a maior rebelião da história do Rio Grande do Norte”, disse Wallber Virgolino, titular da Secretaria de Justiça e Cidadania. O secretário afirmou ainda que a rebelião no Rio Grande do Norte não tem relação confirmada com os motins no Amazonas e em Roraima, “mas com certeza as rebeliões naqueles presídios incentivaram o que aconteceu aqui”.

Desde o início do ano, um total de 133 pessoas morreram em decorrência de motins em presídios do país.

Fontes:
Uol - Todos os mortos em rebelião no RN foram decapitados ou carbonizados
G1 - Rebelião mais violenta da história do RN tem 26 mortos, diz governo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *