Início » Brasil » Repetência mostra ‘fracasso’ da escola, aponta MEC
EDUCAÇÃO

Repetência mostra ‘fracasso’ da escola, aponta MEC

Cerca de um em cada dez estudantes não consegue concluir a alfabetização nas escolas da rede pública

Repetência mostra ‘fracasso’ da escola, aponta MEC
'Professores são influenciados pela cultura da reprovação', afirmou ministra substituta da Educação (Fonte: Reprodução/Secretaria de Educação e Cultura do Rio Grande do Norte)

Dados do Censo Escolar 2017 divulgados nesta quarta-feira, 31, pelo Ministério da Educação (MEC) mostram que 11,6% dos alunos não conseguem concluir a alfabetização nas escolas da rede pública.

De acordo com a ministra substituta da Educação, Maria Helena de Castro, a repetência mostra um “fracasso” da escola.

Os números relativos ao ensino fundamental também são preocupantes. Os dados mostram que 11,1% dos estudantes são reprovados ao fim da 9ª série, e na etapa escolar seguinte. No ensino médio, 28,2% dos estudantes já passaram da idade ideal de completar os três anos dessa fase.

Maria Helena afirmou ainda que “os professores são influenciados pela cultura da reprovação”, ressaltando que as taxas de reprovação na rede pública do país não se repetem em países vizinhos da América do Sul ou na Ásia. “Ninguém apresenta taxas de reprovação tão preocupantes como a nossa […] Com a reprovação, o aluno se sente muito mal e fica com a autoestima péssima. É inútil reprovar e não mudar o que a escola vai ensinar. É um fracasso da escola”, disse a ministra.

O Censo Escolar 2017 mostrou também deficiências dentro das salas de aula, com problemas na estrutura física das escolas, incluindo banheiro inadequado para a educação infantil, ausência de vasos sanitários, salas de leitura e bibliotecas e laboratórios de ciências.

Fontes:
Estadão - 10% dos alunos não concluem a alfabetização na rede pública

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. ana disse:

    Querem ensinar uma educação de m*, onde os alunos saem do ensino médio como verdadeiros analfabetos. A culpa disso não é do professor, e sim do sistema que obriga o professor a passar o aluno de ano. Querem apenas números, sem qualidade. O resultado disso são jovens que terminam a educação básica e tiram nota baixa no ENEM, não sabendo nada de física, química, matemática ou leitura e interpretação de texto.

  2. Natanael Ferraz disse:

    Adoro os Dados do Censo…
    A ministra de plantão, Maria Helena, diz claramente que a culpa pela reprovação dos alunos é dos professores e que o fracasso é da Escola.
    Vamos fazer uma analogia: Imaginem o MS culpar os médicos e os hospitais por haver tantas pessoas doentes. Imagina culparem a Polícia e as Delegacias por haver tantos bandidos.
    Imagina culparem os ricos por haver tantos pobres…ahh! isso já fazem.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *