Início » Brasil » ‘Repulsa’ motivou assassinato de Marielle Franco, diz MP
RIO DE JANEIRO

‘Repulsa’ motivou assassinato de Marielle Franco, diz MP

Ministério Público, porém, não descarta que crime tenha um mandante

‘Repulsa’ motivou assassinato de Marielle Franco, diz MP
Investigações sobre assassinato de Marielle e Anderson ainda vão continuar (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

O Ministério Público (MP) informou que a vereadora Marielle Franco foi morta por causa de uma “repulsa”. A afirmação foi feita na tarde desta terça-feira, 12, quando o MP passava maiores informações sobre as prisões do policial militar reformado Ronnie Lessa e do ex-pm Élcio Vieira de Queiroz.

“Essa motivação ela é decorrente da atuação política dela, mas não inviabiliza um possível mando. Ela não inviabiliza que o crime tenha sido praticado por uma paga ou promessa de recompensa. Essas causas juridicamente e faticamente não se repelem”, destacou a promotora Simone Sibilo.

Ronnie Lessa foi apontado pela investigação como o atirador, enquanto Élcio Vieira de Queiroz conduzia o veículo. O suspeito confessou o crime, segundo a polícia. Apesar da “repulsa” ter motivado o assassinato, as equipes de investigações ainda analisam se houve um mandante para o crime. Segundo a promotora, a atuação da vereadora em defesa de “minorias, mulheres negras, LGBT” motivou o ocorrido.

“O executor Lessa atirou contra o carro que estavam a vítima. Foram 14 disparos que atingiram o veículo. A denúncia também imputa o crime mediante emboscada porque monitoraram a vítima. Eles aguardaram ela sair da Câmara, tinham informações privilegiadas e ficaram na Rua dos Inválidos até Marielle sair de lá”, explicou a promotora.

Também está sendo investigado pelas autoridades se Ronnie Lessa e o crime tiveram envolvimento com milícias do estado do Rio de Janeiro no assassinato de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Até o momento, não há provas que apontem para o caso.

O PM reformado Ronnie Lessa foi preso em sua casa, na Barra da Tijuca, no mesmo condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro tem uma casa. Já um perfil nas redes sociais atribuído ao ex-PM Élcio Queiroz postou uma foto de Queiroz com Bolsonaro, às vésperas das eleições de 2018.

 

Leia mais: PM e ex-PM são presos suspeitos pela morte de Marielle Franco

Fontes:
G1-MP diz que PM matou Marielle por repulsa às causas dela, mas não descarta crime encomendado

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *