Início » Brasil » Restos mortais de Jango começam a ser exumados
Assassinato político?

Restos mortais de Jango começam a ser exumados

Processo visa esclarecer se o ex-presidente foi envenenado por agentes do regime militar. Restos mortais serão recebidos em Brasília com honras de chefe de Estado

Restos mortais de Jango começam a ser exumados
Peritos acreditam que mesmo após 37 anos da morte de Jango, é possível investigar se o ex-presidente foi envenenado (Reprodução/G1)

Na manhã desta quarta-feira, 13, começou na cidade de São Borja, Rio Grande do Sul, a operação para exumar o corpo do ex-presidente João Goulart, morto em 1976. O processo visa esclarecer a causa da morte de Jango. De acordo com a Comissão Nacional da Verdade, que coordena o processo, a retirada dos restos mortais deve terminar durante a tarde.

Segundo a versão oficial, Jango morreu de ataque cardíaco no exílio em uma de suas fazendas na Argentina. Porém, a família do ex-presidente acredita que ele foi envenenado durante a Operação Condor, instaurada pelo o regime militar para eliminar inimigos políticos.

Leia também: Desenterrando o passado, literalmente

Em 2007, os filhos de Jango, Denise e João Vicente, protocolaram um pedido no Ministério Público do Rio Grande do Sul para apurar as causas da morte do pai. Nos anos seguintes, novas evidências de que Jango era monitorado por agentes do regime foram surgindo. Em 2011 a família decidiu pedir a exumação dos restos mortais à ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, para comprovar a tese de assassinato político.

“Disso não temos dúvida, por isso cobramos hoje que esses ex-agentes sejam ouvidos e documentos, desclassificados, não só no Brasil e países vizinhos, mas nos Estados Unidos. Quanto à exumação, com certeza consideramos os indícios de assassinato”, disse o médico João Marcelo Goulart, neto de Jango, que acompanha o trabalho dos peritos. “É um momento histórico não só para a família, mas para o país e para todos as famílias de mortos, desaparecidos, torturados e exilados na ditatura militar”.

Peritos, entre os quais um cubano que participou da exumação do revolucionário Ernesto Che Guevara e foi convidado  por familiares do ex-presidente, acreditam que mesmo após 37 anos da morte de Jango, é possível investigar se ele foi envenenado. “É possível, sim. Basta verificar os casos do Pablo Neruda e do Yasser Arafat. Vamos trabalhar para obter informações e ver o que significam essas informações”, disse  Amaury de Souza Júnior, perito da Polícia Federal.

Na manha da próxima quinta-feira, 14, os restos mortais de Jango devem chegar a Brasília, onde serão recebidos com honras de chefe de Estado pela presidente Dilma Rousseff. Os ex-presidentes Lula, Fernando Henrique e José Sarney também foram convidados para a solenidade.

Exumação divide opiniões

Moradores de São Borja estão divididos quanto à exumação dos restos mortais de Jango. Um dos mais antigos moradores do município e contemporâneo de Jango, o ex-vereador Iberê Teixeira, foi designado presidente da comissão municipal que acompanha o processo, mas não acredita na versão de assassinato político. “Se a ditadura quisesse Jango morto, era muito mais fácil deixá-lo entrar no Brasil. Tenho convicção de que ele não foi morto, pois o único depoimento nesse sentido foi dado por um presidiário”, disse Iberê, referindo-se a um ex-agente da repressão uruguaia Mario Neira Barreiro, que alegou ter participado da trama.

Já o aposentado Elmar Oliveira Pereira acredita na versão de envenenamento e diz que o caso deve ser investigado. “O próprio Tancredo Neves falou em uma entrevista que ele poderia ser a próxima vítima. Então, acredito, sim, que o Jango possa ter sido envenenado. Sou a favor da exumação para que a causa da morte do presidente seja esclarecida, mas sem que isso vire um palanque político”, diz o aposentado.

Fontes:
G1-Quase 37 anos depois, exumação no RS tenta esclarecer morte de Jango
Estadão-Peritos fazem hoje exumação de João Goulart
Mercopress-Brazil decides exhumation of ex-president Goulart, believed to have been poisoned by the military regime
O Globo-Exumação de Jango tem início em São Borja (RS)

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

10 Opiniões

  1. Joaquim Caldas disse:

    É possível investigar,daqui a quarenta anos. se o Lula e seu bando são ladrões?

  2. helo disse:

    Jango segundo a família na época tinha sérios problemas cardíacos, foi atendido por seu médico que constatou infarto do miocárdio. Morreu na fazenda, sem visitas ou familiares, sempre acompanhado do capataz, seu fiel escudeiro. Sem dúvida se estava sendo envenenado seria bom esclarecer.
    Entretanto o uso político será difícil de impedir não estivesse o governo em plena campanha eleitoral. Penso que a ministra Maria do Rosário, por suas convicções, tende a ser açodada nas suas declarações. Não podemos esquecer quando rapidamente culpou a oposição pela corrida aos bancos pelo Bolsa Família. Logo em seguida se descobriu que a corrida era devido ao próprio governo por ter a Caixa Econômica Federal alterado o prazo dos depósitos.

  3. roseli disse:

    Perda de tempo, gastos desnecessários. Deve caminhar pra frente.

  4. Roberto1776 disse:

    E se descobrirem que esse sujeito, que nos conduziu a um regime de exceção para expurgar o comunismo do país, foi envenenado, o que é que a ministra do rosário vai fazer?
    Para jogar fora o dinheiro do contribuinte essa comissão da mentira é pródiga.
    Não dá para esquecer que Jango, um ingênuo útil, foi um dos principais responsáveis pela quase cubanização da pátria amada.

  5. JOSÉ AURELIANO DE ALMEIDA disse:

    Sou contra com esse tipo de exumação. È puramente político. Se realmente foi assasinado resolverá o problema? JK, Tancredo, Getúlio Vargas, Castelo Branco e outros também assassinado resolve? Para mim é desperdiçar tempo e recursos públicos nada mais. É mídia. A vida continua e ninguém resolve a criminalidade, pedofilia, prostituição de menores, uso de drogas e assim por diante. A saúde pública é o gargalo atualmente e o Governo Federal do PT não está nem aí. Por que essa Comissão da Verdade não investiga se Lula é ladrão ou não?

  6. Carlos Cesar disse:

    Não tem nada melhor para fazer?

  7. Áureo Ramos de Souza disse:

    Será que eu pobre aposentado solicitar a exumação de meu pai pois desconfiamos que foi a enfermeira que o levou a falência o governo irá exumar Sr. Severino que não era Bio, fazem 61 anos de sua morte e o mesmo era acompanhado por uma enfermeira e o homem morreu e para minha mãe receber sua pensão passou muitos anos e passamos 6 meses de fome e até hoje que matou Sr. Severino?

  8. Isam disse:

    Mais um gasto pra que? Um sujeito que foi traidor da Pátria, querendo entregar o nosso país ao jugo da URSS. Em vez disso, comprem mais remédios, esparadrapos, etc. que estão faltando no atendimento aos usuários do SUS. Uma vergonha esse governo do PT, para se manterem no poder, enganando muitos ignorantes e interesseiros, estão acabando com o Brasil. Ditadura militar já, para fazer uma limpa, sem anistia desta vez.

  9. Luiz B. Júnior disse:

    Estes petralhas deste desgoverno, não tem nada mais importante para fazer, esta Maria do Rosário, comunistazinha de meia tigela, revanchista, demagoga, protetora de bandidos da laia dela. Esta mxxx toda não passa de politicagem das mais baratas, esquecem de tudo, perdoam dívidas de países africanos e paizinhos daqui do sul, o dinheiro não é deles e o pior é este povinho brasileiro inocentes úteis, que fica na dependência deste governo acreditam em tudo. Lógico, não querem perder o BOLSA TUDO.
    “DIGA-ME O POVO QUE TENS E EU TE DIREI QUE GOVERNO TERÁS”
    Nunca cansarei de repetir esta frase. Cola como uma luva neste país.

  10. J.Cardoso disse:

    Um bando de vagabundos, não têm o que fazer!!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *