Início » Brasil » Resultados da exumação de Jango não têm data para sair
Enterro com honras

Resultados da exumação de Jango não têm data para sair

Restos mortais do ex-presidente foram enterrados nesta sexta-feira, 6, com honras de chefe de Estado

Resultados da exumação de Jango não têm data para sair
Enterro com honras de chefe de Estado (Fonte: Reprodução/Agência Efe)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os restos mortais do ex-presidente João Goulart voltaram a ser enterrados nesta sexta-feira, 6, na cidade de São Borja, no Rio Grande do Sul.

O enterro nesta sexta teve honras de chefe de Estado, homenagem negada quando o ex-presidente morreu no exílio, em 1976.

Os restos mortais de Jango haviam sido retirados do jazigo da família no último dia 14 de novembro e passaram por uma perícia para averiguar se foi mesmo um infarto que matou o ex-presidente.

A família de Jango contesta a versão oficial sobre sua morte. A suspeita é de que o ex-presidente tenha sido envenenado a mando do governo brasileiro.

Os resultados das análises, no entanto, não têm data para serem divulgados. Os restos mortais de Jango passaram por exames antropológicos (medição de ossada, tomografia e radiografia) e de DNA. Amostras de cabelos, ossos e tecidos também passarão por exame toxicológico em laboratório no exterior.

A Secretaria de Direitos Humanos da presidência da República informou que as análises serão mantidas sob sigilo para não comprometer os resultados e a transparência do processo.

Fontes:
Veja - Restos mortais de Jango são enterrados com honras de chefe de Estado

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Depois de todo esse teatro (houve até uma empresa de eventos contratada para a encenação da exumação), depois dessa pantomima ridícula em que erraram na escolha do cadáver não uma, mas duas vezes, tendo que recorrer ao filho do coveiro que realizou a inumação original no século passado para tentar localizar as poeiras remanescentes do falecido Jango, resta uma pergunta: CUI PRODEST?
    Além, é claro da dúvida que já tem resposta, mas que não significa absolutamente nada para a Mistress of Cerimony do espetáculo tétrico, a MC ministra do rosário: QUEM PAGA POR ESSA PALHAÇADA?
    Mais uma vez, aproveito esse canal, para enviar os meu respeitos a viúva Goulart, que foi involuntariamente envolvida neste espetáculo grosseiro.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *