Início » Brasil » Revezamento de risco
Coluna Esplanada

Revezamento de risco

Com a saída do general Fernando Azevedo e Silva do cargo, a Autoridade Pública Olímpica virou maratona de revezamento, com o terceiro presidente

Revezamento de risco
Presidente da APO, general Fernando Azevedo e Silva, pediu demissão na última sexta (Fonte: Reprodução/Divulgação)

Com a saída do general Fernando Azevedo e Silva do cargo, a Autoridade Pública Olímpica virou maratona de revezamento, com o terceiro presidente. Uma dúvida paira sobre excelências do Governo a se concretizar o que corre nos gabinetes: se o Comando Militar do Leste, do Exército no Rio, assumir o front da segurança das Olimpíadas, para que serviu até hoje a Secretaria Extraordinária de Grandes Eventos, criada para a Copa e Jogos, empregando dezenas de pessoas e com bom orçamento há anos? 

O nome

Como adiantou a Coluna, o general Fernando Azevedo e Silva, ex-Autoridade Pública Olímpica, é quem vai assumir o Comando Leste.

Poderoso chefão

Aloizio Mercadante, o chefe da Casa Civil, é o novo José Dirceu do PT — o dos tempos de glória e mando. É dele a indicação do tesoureiro Edinho Silva para APO.

A pergunta é

O que fará na APO, cargo que dialoga com empreiteiras sobre obras bilionárias dos Jogos, um tesoureiro de campanha presidencial sem expertise no evento? 

Vai um proseco? 

Passageiros de voos internacionais no Aeroporto JK em Brasília andam revoltados com a norma de embarque. O acesso é liberado duas horas antes do horário do voo. Ou seja, quem chega para demorada conexão é obrigado a ficar vagando pelo terminal ou — o que pretende a concessionária — utilizar o excelente espaço vip a R$ 100 por pessoa.

Bola cantada

A coluna cantou a bola sobre Eduardo Cunha no dia 2 de fevereiro. Em entrevista ao Estadão publicada domingo, ele confirmou que vai barrar qualquer tentativa de legalização do aborto, que o governo já tentou ano passado: ‘Aborto e regulação da mídia só serão votados passando por cima do meu cadáver’, disse.

Lembrancinha

O advogado Fernando Tibúrcio, de Brasília, ganhou o livro ‘World Order’, autografado pelo autor Henry Kissinger, o ex-secretário de Defesa dos Estados Unidos. Foi surpreendido ao receber pelos Correios. Um amigo americano o recomendou pela luta do advogado contra arbitrariedades do governo venezuelano contra direitos civis.

Vovó Mafalda & Barba

Vovó Mafalda, consultora da Coluna, que é pateta mas não boba, tem amigos delegados e juízes. Eles dizem que a Lava Jato vai chegar ao Barba, um ex-manda-chuva do País.

Casa sem fé

O Senado arquivou no fim de janeiro um projeto de lei que declarava Santo Antônio de Sant’Anna Galvão o Patrono da Construção Civil no Brasil. Ele era engenheiro.

Folga Vapt-vupt

Quem conta é gente da cúpula. O presidente de Furnas, Flávio Decat, tiraria férias de 30 dias em meados do ano passado, mas voltou em dez dias. Soube que tramava para controlar de vez o fundo de pensão Real Grandeza, e derrubá-lo do cargo. Detalhe: quem tem apadrinhados no conselho é o deputado Eduardo Cunha.

Passa bem

A médium Adelaide Scritori, que faz trabalhos espirituais com a entidade do Cacique Cobra Coral para controle do tempo, capotou seu Pagero e caiu dentro do rio Paraibuna, na divisa do Rio e SP. Percorria a rodovia a mando do espírito, diz a assessoria.

Recado do além

Já o Cacique mandou avisar que não quer papo com o ex-ministro Lobão e o atual Eduardo Braga, de Minas e Energia, porque não renovaram o contrato de consultoria (não remunerado). Há anos o ministério recorre à reza forte para fazer chover. Ou não.

Lá, como cá

Membros da APO viram de perto, em dezembro, a experiência de Londres, sede dos últimos Jogos. Os alojamentos para atletas foram comprados por empresa do Qatar, para vender a pessoas de baixa renda. Mas… em terra de lordes… plebeu não tem vez.

Minha Casa

A venda não deu certo. A empresa está renegociando. Por aqui, não se descarta passar os alojamentos pós-Olimpíadas para o Minha Casa, Minha Vida.

Corintiana

A presidente Dilma vibrou quando o jogador Petros (lembra algo estatal) fez o gol da vitória de 1 a 0 do Corinthians sobre o Palmeiras, na Arena do Verdão.

Ponto Final

Com João Paulo Cunha prestes a sair da cadeia, teremos o bloco do mensalão petista nas ruas neste Carnaval.

1 Opinião

  1. Horácio Roque Brandão disse:

    A presidente Dilma, no gol do Corínthians, vibrou equivocadamente, então, porque o gol foi do Danilo (passe do Petros)……

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *