Início » Brasil » Risco em barragens desloca moradores de duas cidades de MG
MINAS GERAIS

Risco em barragens desloca moradores de duas cidades de MG

Alertas para a possibilidade de rompimento de barragens deslocaram moradores em Barão de Cocais e Itatiaiuçu

Risco em barragens desloca moradores de duas cidades de MG
Alertas foram dados na madrugada desta sexta-feira, 8 (Foto: Reprodução/Google Maps)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Moradores de duas cidades mineiras tiveram de deixar suas casas na madrugada desta sexta-feira, 8, por conta de riscos de rompimento em duas barragens.

Em Barão de Cocais, na região Central do estado, cerca de 500 moradores das comunidades de Socorro, Tabuleiro e Piteiras, deixaram suas casas após sirenes alertarem para o risco de rompimento da barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, da mineradora Vale.

Segundo a Vale, a decisão de soar o alerta foi tomada após a consultoria Warm negar a Declaração de Condição de Estabilidade da barragem. A empresa afirma que a decisão é preventiva e que, como medida de segurança, “está intensificando as inspeções da barragem Sul Superior. Também será implantado equipamento com capacidade de detectar movimentações milimétricas na estrutura”.

Os moradores se deslocaram para um ginásio que fica na cidade. De lá, serão levados para hotéis da cidade e da região. Segundo a Vale, cerca de 270 pessoas já se cadastraram para a realocação.

O mesmo ocorreu no povoado de Pinheiros, na cidade de Itatiaiçu, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Moradores deixaram suas casas após a Defesa Civil alertar para o risco de rompimento de uma barragem da mineradora ArcelorMittal, que fica a 1,5 km da cidade.

A questão da segurança das barragens levou o Senado abrir no último dia 1º deste mês uma enquete sobre o Projeto de Lei nº 22/2016, que inclui no rol de crimes hediondos a poluição ambiental que cause morte e altera a Lei de Crimes Ambientais, para dobrar as penas quando a poluição resultar em morte. A enquete fica em vigor até o próximo dia 28 e pode ser votada através deste link.

Fontes:
O Globo-Moradores próximos a duas barragens em Minas deixaram suas casas após soarem sirenes de alerta

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *