Início » Brasil » Roraima solicita ao STF fechamento da fronteira com a Venezuela
FLUXO MIGRATÓRIO

Roraima solicita ao STF fechamento da fronteira com a Venezuela

Segundo a governadora de Roraima, a entrada de venezuelanos no estado tem sobrecarregado o serviço público das cidades

Roraima solicita ao STF fechamento da fronteira com a Venezuela
A governadora ainda acusa o governo federal de omissão ao tratar sobre os venezuelanos (Foto: Alexandre Manfrim/Flickr Ministério da Defesa)

A governadora de Roraima, Suely Campos (PP), afirmou, nesta sexta-feira, 13, que solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o fechamento temporário da fronteira do estado com a Venezuela. Isso porque, segundo Campos, a entrada de venezuelanos no estado tem sobrecarregado o serviço público das cidades.

Desde 2015, de acordo com o governo de Roraima, aproximadamente 50 mil pessoas entraram no Brasil pela fronteira do estado. A média de entrada pela cidade de Pacaraima (RR) fica entre 500 e 700 pessoas por dia. Os venezuelanos chegam ao Brasil fugindo da forte crise econômica e política que assola o país de Nicolás Maduro.

“Além de estar prejudicado financeiramente, Roraima está de mãos atadas, pois não pode controlar a fronteira nem implantar barreira sanitária, que são competências da União”, afirmou a governadora, segundo noticiou a Folha de São Paulo.

De acordo com Suely Campos, o estado não tem conseguido lidar com o grande fluxo de venezuelanos, que sobrecarregam o sistema de saúde estadual. Além disso, o índice de criminalidade teria aumentado. Por fim, a governadora ainda acusa o governo federal de omissão ao tratar sobre os venezuelanos.

“O estado de Roraima protocolou uma ação civil originária no STF contra a União ‘na sua obrigação de fazer’, porque a União precisa efetivamente controlar a fronteira no estado de Roraima. Da forma como está sendo feito, nós não concordamos, porque continuamos tendo um grande impacto no fluxo imigratório venezuelano”, apontou a governadora, segundo divulgou o G1.

De acordo com Suely Campos, a maior parte dos venezuelanos que chegam ao estado tem ficado em espaços públicos, como praças, ou em imóveis abandonados. A governadora se encontrou, na manhã desta sexta-feira, com o ministro interino da Defesa, Joaquim Luna, e tem encontro marcado com a presidente do STF, a ministra Cármen Lúcia.

Além do fechamento da fronteira, Suely Campos solicitou ao STF mais verbas da União devido ao fluxo migratório dos imigrantes. Na ação impetrada no tribunal, o governo estadual afirmou que Roraima é o estado mais pobre do Brasil. Perguntada sobre a redistribuição de venezuelanos para outras regiões, Suely Campos falou que a medida ainda “é lenta”.

“Apenas 260 venezuelanos foram levados para São Paulo e Mato Grosso. É preciso que a União tome uma postura mais efetiva em relação à questão migratória em nosso estado”, finalizou.

Fontes:
G1-Roraima anuncia ação no STF para pedir para fechar fronteira com a Venezuela
Folha de São Paulo-Roraima pede ao STF fechamento temporário de fronteira com Venezuela

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *