Início » Brasil » Rossieli Soares substitui Mendonça Filho no Ministério da Educação
TROCA-TROCA MINISTERIAL

Rossieli Soares substitui Mendonça Filho no Ministério da Educação

Estima-se que até o final desta semana um total de 11 ministros do governo do presidente Michel Temer devem ser substituídos

Rossieli Soares substitui Mendonça Filho no Ministério da Educação
O novo ministro da Educação é advogado e mestre em gestão e avaliação educacional (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O secretário de Educação Básica do Ministério de Educação (MEC), Rossieli Soares da Silva, de 39 anos, vai assumir a pasta após a saída do atual ministro Mendonça Filho. A informação foi confirmada na manhã desta quinta-feira, 5, pela pasta.

Mendonça vai deixar o cargo para concorrer nas eleições deste ano. Porém, ainda não foi anunciada a posição política pela qual o ministro vai concorrer.

O ministro Mendonça Filho participa de seu último compromisso oficial como ministro da Educação nesta quinta-feira. Juntamente com o presidente Temer, Mendonça vai lançar a Política de Redefinição de Formação Médica no País, além de anunciar novas regras para ingressar na graduação em medicina.

Estima-se que até o final desta semana um total de 11 ministros do governo do presidente Michel Temer devem ser substituídos. Os ministros que decidem disputar eleições precisam deixar os cargos seis meses antes do pleito. Neste ano, o prazo termina no próximo sábado, 7. Devido a isso, apenas na última segunda-feira, 2, novos ministros de Saúde e Transporte assumiram as pastas.

Na Saúde, o novo comandante da pasta é Gilberto Occhi, que substitui o antigo ministro Ricardo Barroso, que havia anunciado, em janeiro, que iria deixar o ministério para concorrer como deputado federal. Já quem assumiu o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil foi Valter Casimiro Silveira, que ficou no lugar de Maurício Quintella.

Ronaldo Nogueira, antigo ministro do Trabalho, deixou a pasta ainda em dezembro para se dedicar às eleições. Em seu lugar, está no comando o ministro interino Helton Yomura. Outro ministro que pode deixar uma pasta é Henrique Meirelles, que se filiou na última quarta-feira, 4, ao MDB. Meirelles planeja concorrer às eleições presidenciais, mas anunciou, através das redes sociais, que só vai decidir se deixará o Ministério da Fazenda na próxima sexta-feira, 6.

Outros ministros já haviam deixado seus cargos anteriormente, como foi o caso de Luislinda Valois (Direitos Humanos), do pastor Marcos Pereira (Indústria, Comércio Exterior e Serviços), de Bruno Araújo (Cidades) e Antônio Imbassahy (Secretaria do Governo). No entanto, não se sabe se os ex-ministros têm intenção de concorrer às eleições.

Sobre Rossieli

O novo ministro da Educação é advogado e mestre em gestão e avaliação educacional, formado pela Universidade Federal de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Anteriormente, foi secretário de estado de Educação no Amazonas e vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Fontes:
Agência Brasil-Secretário de Educação Básica substitui Mendonça Filho no comando do MEC
G1-Secretário de educação básica Rossieli Soares assume Ministério da Educação, diz governo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *