Início » Brasil » Samarco sabia do risco de rompimento de barragem, diz PF
INVESTIGAÇÃO

Samarco sabia do risco de rompimento de barragem, diz PF

'A barragem era problemática desde a sua construção', segundo PF

Samarco sabia do risco de rompimento de barragem, diz PF
Tragédia provocou 19 mortes e deixou um rastro de destruição (Fonte: Reprodução/Agência RBS)

Trocas de mensagens entre técnicos e diretores da Samarco, e ainda comunicados emitidos internamente, mostram que a mineradora sabia dos riscos na barragem de Fundão, em Mariana, antes da tragédia, em novembro do ano passado.

Leia também: Samarco fraudou dados para manter barragem de Fundão em funcionamento

A afirmação foi feita nesta quarta-feira, 22, pelo delegado Roger Lima de Moura, da Polícia Federal (PF). “Eles sabiam do risco de que Bento Rodrigues [distrito destruído] poderia ser atingido. Temos inclusive documentos internos e conversas falando se iriam ou não levar os estudos para o licenciamento ambiental”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, a PF concluiu que “a barragem era problemática desde a sua construção. Ela sempre foi uma barragem doente. Na fase de construção foi usado um material diferente do projeto”.

O inquérito sobre o rompimento da barragem de Fundão revelou também problemas de drenagem, como “um remendo na barragem, sem projeto, nem recomendação dos órgãos ambientais”.

Procurada pela reportagem do Portal G1, a Samarco disse que “repudia qualquer alegação de conhecimento prévio de risco de ruptura na barragem” e que “continuará prestando todos os esclarecimentos nos autos do processo”.

A tragédia em Mariana provocou 19 mortes e deixou um rastro de destruição.

Fontes:
G1 - Samarco sabia dos riscos em barragem antes de desastre, diz PF

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *