Início » Brasil » Seca volta a assolar o Nordeste
Falta d'água

Seca volta a assolar o Nordeste

Quase 1.200 cidades estão em situação de emergência em toda a região

Seca volta a assolar o Nordeste
Maceió adota rodízio no abastecimento de água (Fonte: Reprodução/Gazetaweb)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Pelo menos 182 do total de 1.794 cidades do Nordeste estão com o abastecimento de água prejudicado por causa da seca que assola a região e avança sobre zonas urbanas, inclusive áreas metropolitanas. Em todo o Nordeste, 1.197 cidades estão em situação de emergência. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Leia também: Seca e a mudança climática

Entre as cidades afetadas, 157 enfrentam racionamento. A capacidade dos mananciais de outras 25 tiveram uma drástica redução. As chuvas são escassas há mais um ano.

Desde o final de novembro a capital do estado de Alagoas, Maceió, adotou um sistema de rodízio no abastecimento de água da parte alta da cidade, o que afeta 20% da população (aproximadamente 200 mil pessoas).

Evitando o colapso

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o presidente da Companhia de Saneamento de Alagoas disse que “o racionamento é uma medida preventiva para evitar o colapso”.

Meteorologistas não preveem muita chuva para os próximos meses. Segundo o coordenador do Instituto Nacional de Meteorologia do Recife, Raimundo dos Anjos, as chuvas devem ficar abaixo da média na região até fevereiro, com exceção do sul da Bahia.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Seca se alastra e Maceió adota racionamento

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Áureo Ramos de Souza disse:

    Escutei alguém dizer que o apresentador Ratinho provou que no NORDESTE furando poços em qualquer lugar tem água e se não me engano ele provou e quanto a seca isto já era de se esperar mais parar as obras que muda o rumo do São Francisco e fazer a Arena da Copa não tem nordestino que goste.

  2. Carlos U. Pozzobon disse:

    Antigamente a seca era noticiada com famílias de retirantes abandonando a terra em busca de socorro nas cidades. Parece que o problema de fixação do homem ao solo está resolvido, ou não? Gostaria de ver alguma coisa a respeito do abastecimento dessas pessoas. Sabemos que a transposição do SFrancisco foi por água abaixo. O negócio com carro-pipa continua dando dinheiro para os apaniguados dos prefeitos. As caixas d’água de plástico distribuídas por um programa federal murcharam e furaram ao sol. Afinal, a tragédia da seca continua sendo só uma tragédia meteorológica ou ainda é uma tragédia sobretudo política?

  3. Maria Edaurda disse:

    Me ajudou muito no trabalho obrigada !!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *