Início » Brasil » Secretário de Cultura é exonerado após dois meses no cargo
BRASIL

Secretário de Cultura é exonerado após dois meses no cargo

Ricardo Braga foi exonerado nesta quarta-feira, 6, e governo terá de escolher o terceiro nome para ocupar o cargo em um ano

Secretário de Cultura é exonerado após dois meses no cargo
Ricardo Braga vai assumir cargo no Ministério da Educação (Foto: Mauro Vieira/Ministério da Cidadania)

O presidente Jair Bolsonaro exonerou o secretário especial de Cultura, Ricardo Braga nesta quarta-feira, 6. A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

O economista Ricardo Braga ocupava o cargo há cerca de dois meses, substituindo o então secretário Henrique Pires, que deixou a posição depois que o governo federal censurou um edital para produções para TVs públicas por conter, entre os 80 contemplados, 10 obras com temática LGBT. Na época, Pires declarou que não ia “chancelar a censura”.

Sendo nomeado no dia 4 de setembro, Ricardo Braga ganhou as manchetes por ser, supostamente, um pastor evangélico. No entanto, mais tarde, foi descoberto que se tratava apenas de um homônimo, e que o nomeado para a Pasta da Cultura era um economista.

Desde que Bolsonaro assumiu a Presidência, o Ministério da Cultura se tornou uma secretaria ligada ao Ministério da Cidadania, comandado pelo ministro Osmar Terra. Agora, com a exoneração de Ricardo Braga, que migrou para o Ministério da Educação, será escolhido o terceiro nome para ocupar a posição de secretário da Cultura do governo Bolsonaro.

Ricardo Braga assume a posição de secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação, substituindo o então secretário Ataíde Alves, que foi exonerado também nesta quarta-feira.

Leia também: Sem noções sobre Cultura, ministro Osmar Terra aposta em censura para agradar Bolsonaro
Leia também: Ao boicotar o cinema nacional, Bolsonaro dá as costas para mercado bilionário
Leia também: Cinema brasileiro: da chanchada ao cult

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *