Início » Brasil » Sem avisar, Acre volta a enviar haitianos para São Paulo
imigrantes haitianos

Sem avisar, Acre volta a enviar haitianos para São Paulo

Nos próximos dias, o Acre vai enviar quase mil haitianos para a capital paulista. Decisão foi tomada sem avisar o prefeito paulista Fernando Haddad

Sem avisar, Acre volta a enviar haitianos para São Paulo
Imigrantes haitianos abrigados em alojamento improvisado em Brasileia, no Acre, em 2014 (Foto: Wikipedia)

Após quatro meses de interrupção, o governo do Acre voltou a enviar imigrantes haitianos para São Paulo. A medida foi retomada sem notificar oficialmente o prefeito paulista Fernando Haddad.

Segundo a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Acre, ao longo desta semana serão enviados 968 haitianos para a capital paulista. O primeiro ônibus, com 44 imigrantes, saiu de Rio Branco na última quinta-feira, 14. No total, o custo do transporte será de R$ 1 milhão, e será pago pelo Ministério da Justiça.

Leia mais: Por que tanto alarde a respeito dos imigrantes haitianos?
Leia mais: Número de haitianos dobra em São Paulo
Leia mais: São Paulo cogita levar Acre à OEA por envio de haitianos

O secretário de Justiça e Direitos Humanos do governo do Acre, Nilson Mourão, disse que o estado não tem capacidade para manter os imigrantes. Ele diz não haver necessidade de avisar o governo paulista, pois o Acre está apenas ajudando os imigrantes a chegarem ao destino escolhido por eles.

“Chegamos ao limite. A situação é delicada, passou do nosso nível de capacidade. Nosso papel é fazer os imigrantes chegarem ao destino final. Isso é uma opção deles. Eles não vem para ficar no Acre, mas para ir a outros centros. Muitos também não ficarão em São Paulo, seguirão para outras cidades, onde estão seus parentes”, disse Mourão.

Em nota, a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania disse que a falta de uma notificação prévia gera desconforto e dificulta a recepção dos imigrantes. “Sem notificação e prazo para planejamento e mobilização, nossa cidade terá dificuldade para receber em sua rede assistencial essa quantidade de pessoas”.

No ano passado, o caso dos imigrantes haitianos gerou impasse entre os governos de São Paulo e do Acre. Entre março e dezembro de 2014, São Paulo recebeu cerca de 3 mil imigrantes haitianos vindos do Acre. O envio foi suspenso por falta de recursos para custear mais viagens.

Fontes:
Folha-Sem avisar, governo do Acre volta a enviar haitianos a São Paulo

1 Opinião

  1. Hugo Leonardo Filho disse:

    Estão de parabéns o Exército Brasileiro e o Corpo de Fuzileiros Navais, que cativaram tão bem “corações e mentes” dos haitianos, nesses anos de missão no Haiti, que agora todos querem vir para o Brasil.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *