Início » Brasil » Sem rumo!
GRITA BRASIL

Sem rumo!

A impressão que tenho é a de um governo equiparado a um mar sem ondas, sem nada, sem movimento. Tipo Mar Morto mesmo

Sem rumo!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Sinceramente não sei mais se o errado sou eu. Errado no sentido de não conseguir enxergar alguma coisa boa nesses já cinco meses de governo Bolsonaro.

Às vezes, até sinto que não existem nem fatos para renderem algum elogio, alguma crítica. Algum comentário que possa aflorar algum debate.

A impressão que tenho é a de um governo equiparado a um mar sem ondas, sem nada, sem movimento. Tipo Mar Morto mesmo.

Só fico com receio do que possa aparecer boiando.

Se alguém puder, então, me elucidar e me dizer o que foi feito de bom até agora no governo que prometeu revolucionar o país, que prometeu algo novo.

O que tivemos de novo? Além das brigas, ataques e “pitis” dos filhos de Bolsonaro nas redes sociais? Por favor, me falem. Me apontem. Cartas para a redação, ou pode ser comentando mesmo.

Nos outros governos passados pelo menos tínhamos movimentos, mesmo que fossem contrários a qualquer coisa aceitável. Mas tinha algo. O que temos agora? Acho que nada.

Por isso, sinto o navio sem rumo, sem direção. Com ou sem vento. Mas vento podemos produzir, o que não pode é assistirmos o navio parado com uma âncora fincada no findo da terra.

Para não dizer que não temos nada, tivemos. Mas nada novo. Tivemos, mais uma vez, o escambo. O governo recriando ministérios para atender ao Congresso e, assim, com essa moeda de troca almejando conseguir apoio à causa. Mesmo que nobre. Mas a que custo? Cadê aquele discurso de reduzir custos? De enxugar a máquina?

A conta não irá tardar e vai chegar. Sem direito a entrar no cheque especial ou nos 10 dias sem juros que alguns bancos dão aos melhores clientes.

Por que temos de funcionar assim? No toma-lá-dá-cá? Acho isso tão desprezível. Tão “anti” aquilo tudo que acreditei que poderia um dia ser mudado. Se eles escolheram estar no Congresso para um bem maior, porque, então, não praticar e não buscar esse bem maior? Por que tem de sempre existir o “você me dá que eu te dou”? Mais fácil um amigo oculto.

E vendo o tempo passar e nada acontecer, como podemos reunir forças para ajudar? A única força que procuro cultivar é a da sobrevivência. Nada mais. Que é o que grande parte está fazendo, sobrevivendo.

Quem conseguiu já saiu do país. Outros ainda tentam. Outros simplesmente entregaram os pontos e, como na música, “isso tudo acontecendo e eu aqui na praça dando milhos aos pombos”. Isso enquanto tiver pombos.

Queria pelo menos ver um rumo, um norte. Não vejo nada.

Será que estou louco? Consegui perder o resto de sanidade que achei que tinha? Estou sendo muito exigente? Estou com antolhos e não enxergo nada ao meu redor?

Me ajudem. Me salvem. Me guiem. Me esclareçam.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. jayme endebo disse:

    você é muito pessimista e está contaminado pelo petismo e a mídia mainstream, nada na vida é eterno e o governo vai aos poucos fazendo as conquistas.Na área de petróleo tem muito coisa acontecendo bem como na infraestrutura, se alguém acha que algum governo por mais competente que seja em alguns meses colocará o país nos trilhos estará sendo muito ingenuo ou pessimista ao extremo. O petismo acabou com as contas públicas bem como inundou de companheiros na administração pública sem terem competência para tal e tudo isso demanda tempo e energia bem como lutar contra tudo e contra todos.Vamos aguardar as reformas serem aprovadas.

  2. carlos alberto martins disse:

    concordo com o Jayme,só o tempo dirá o que será feito pelo Brasil.o maior obstáculo de Bolsonaro é ter que enfrentar um congresso,um senado e uma cambada de magistrados corruptos que tem medo do MORO.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *