Início » Brasil » Senado decide nesta quarta se Dilma deve perder mandato
JULGAMENTO DO IMPEACHMENT

Senado decide nesta quarta se Dilma deve perder mandato

Sessão final para votação será retomada a partir das 11h desta quarta

Senado decide nesta quarta se Dilma deve perder mandato
A votação final nesta quarta será aberta, porém eletrônica (Fonte: Reprodução/Agência Senado)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Senado conclui nesta quarta-feira, 31, o julgamento do processo do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff e decide, portanto, se ela deve ser afastada definitivamente do cargo.

Leia também: Dilma vê a democracia no banco dos réus
Leia também: Dilma afirma que é vítima de golpe parlamentar

A sessão final para votação será retomada a partir das 11h desta quarta. O horário foi definido na sessão desta terça-feira, 30, após um acordo entre os senadores e o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, que comanda o julgamento do impeachment.

São necessários pelo menos 54 votos entre os 81 senadores para que Dilma Rousseff seja afastada definitivamente do cargo. Antes da votação final, dois senadores contra e dois a favor do impeachment poderão se manifestar por no máximo cinco minutos cada.

Os líderes partidários não podem orientar os parlamentares como votar, cada um “deverá exprimir a respectiva convicção de foro íntimo”, segundo o roteiro do julgamento.

Antes da votação, Lewandowski fará a seguinte pergunta aos parlamentares: “Cometeu a acusada, a Senhora Presidente da República, Dilma Vana Rousseff, os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto à instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional, que lhe são imputados e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo oito anos?”.

A votação será aberta, porém eletrônica. Não haverá chamada nominal para que cada senador anuncie seu voto oralmente.

Fontes:
G1 - Senado decide nesta quarta se afasta Dilma definitivamente da Presidência

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *