Início » Brasil » Sérgio Cabral aprova lei da moral e dos bons costumes
resgatando valores?

Sérgio Cabral aprova lei da moral e dos bons costumes

Projeto de autoria da deputada Myrian Rios tem como objetivo resgatar os valores éticos e promover a valorização da família

Sérgio Cabral aprova lei da moral e dos bons costumes
Em 2011, Myrian Rios já foi alvo de críticas por comparar homossexualismo e pedofilia (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Cidade famosa pela cultura de vanguarda, o Rio de Janeiro acaba de ter aprovada uma lei no mínimo curiosa. O governador Sérgio Cabral aprovou na última quinta-feira, 17, o Programa de Resgate de Valores Morais, Sociais, Éticos e Espirituais, de autoria da deputada Myrian Rios (PSD).

A finalidade da lei é “promover o resgate da cidadania, o fortalecimento das relações humanas e a valorização da família, da escola e da comunidade como um todo”. Para promover o discernimento do que é certo e o que é errado, a lei estabelece que o governo do estado deve fazer convênios e parcerias “articuladas e significativas” com prefeituras e sociedade civil.

“Infelizmente, a sociedade de uma maneira geral vem cada dia mais se desvencilhando dos valores morais, sociais, éticos e espirituais. Sem esse tipo de valor, tudo é permitido, se perde o conceito do bom e ruim, do certo e errado. Perde-se o critério do que se pode e deve fazer ou o que não se pode”, explica a deputada.

Cabral incumbiu a Secretaria estadual de Assistência Social e Direitos Humanos de explicar o funcionamento da nova lei, porém o secretário Zaqueu Teixeira informou que ainda terá que discutir a forma como a lei será regulamentada, definindo quais serão os projetos para o “fortalecimento das relações humanas”.

Eleita em 2010 pelo PDT, Myrian Rios hoje faz parte do PSD, partido da base do governo. Em 2011, a deputada foi alvo de críticas incisivas ao comparar homossexualidade e pedofilia na tribuna da Alerj em uma crítica à PEC 23, projeto do deputado Gilberto Palmares que inclui orientação sexual no texto da Constituição estadual que proíbe discriminação por raça, sexo, religião ou deficiência física. Na época, uma página criada no Facebook com o nome “Cala a boca, Myrian Rios” alcançou 10 mil seguidores em 24 horas. Myrian disse ter sido mal interpretada.

Fontes:
O Globo-Cabral aprova lei da moral e dos bons costumes
Veja-Amigos, vejam a fria em que Myrian Rios, a ex de Roberto Carlos se meteu

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

15 Opiniões

  1. Alexandre Rodrigues disse:

    Acho muito importante mesmo o resgate dos valores morais e éticos da sociedade e por isso o exemplo deveria partir de cima, desses que se dizem “líderes” e nos apunhalam pela frente mesmo, com seus salários recheados de cifrões, escândalos de propinas, roubo, desvio de verbas e coisas do tipo.
    Pra mim, imoral é ver publica e descaradamente nosso país ficar a mercê de pessoas de caráter duvidável como essas que (dizem) nos representar.

  2. Rosa disse:

    Que esta lei aprovada seja levada a sério, pois é exatamente o que estamos necessitando faz tempo: Moralidade.
    Parabéns deputada Myrian Rios, são pessoas como você que deveriam abraçar a causa, permitindo um Brasil melhor para todos os brasileiros.

  3. ROSELI disse:

    Que bom a Lei da deputada Myriam Rios aprovada. -,……lei é “promover o resgate da cidadania, o fortalecimento das relações humanas e a valorização da família, da escola e da comunidade como um todo”.
    Então, essa lei veio na hora certa, para barrar programas incabiveis por ex.BBB

  4. Mauricio Fernandez disse:

    Mas logo quem! Cabral, não aquele da história mas o governador do Rio de Janeiro parece que tambem quer entrar na “estória”. Perdendo a simpatia em alguns setores nacionais se vale da Lei da deputada Myryam Rios sobre moral e bons costumes para acabar com Brasília. Se possível fosse não escaparia ninguém. Infelizmente Leis o Brasil tem até demais. O problema é o cumprimento da Lei que certo, vale para alguns enquanto para outros não vale nada. Éssa é a principal chaga de nosso País.

  5. Samuel Vital Ferreira disse:

    Vamos ver se funciona, né. Se sim, que bom se a União encampar a ideia.
    Samuel

  6. joao disse:

    Mais uma iniciativa INÓCUA.

    Como uma semovente destas consegue se eleger? Inacreditável o Governador se prestar ao papel de sancionar uma BOBAGEM ridícula destas.

    Maldito estelionato religioso tupiniquim!!

  7. jose eduardo dias yunis disse:

    Fico feliz. Num pais que não tem mais direção, vergonha, escrúpulos, só através de LEI é que os valores são resgatados. E se a lei for aplicada a políticos, muitos deles não vão mais ter a ficha limpa. Boa Mirian… Gostei !

  8. helo disse:

    Falar em moral e bons costumes é bom. Porém a deputada deveria trabalhar para traduzir essa fala em lei, que é o seu papel. Discurso de intenções é para o tempo de campanha. É desanimador.

  9. ERNANE CAVALCANTE disse:

    Se essa lei foi aprovada por que nao desaprovam o programa da globo, BBB, que distorce todos os valores eticos e morais????

  10. Natasha disse:

    A aprovação desse tipo de leis é uma porta se abrindo a todos aqueles que se dizem os donos da verdade sobre a moral e bons constumes. Política e Religião não devem se misturar .

  11. Marcelo Rossa disse:

    A matéria é completamente imparcial, discriminatória e religiosamente intolerante, contra quem pensa nos valores morais.

    Começa um pequeno subtítulo: “Resgatando Valores”? … Essa pergunta por si só já coloca a intenção da Deputada como duvidosa.

    A primeira frase da matéria começa com: “Cidade famosa pela cultura de vanguarda, o Rio de Janeiro acaba de ter aprovada uma lei no mínimo curiosa”. Famosa pela vanguarda em que? O que o vanguardismo trouxe para o Rio de Janeiro? Uma das cidades / estado mais violentos do Brasil, onde aconteceram as maiores barbáries sobre violência.. chacinas, arrastões, morte de jornalistas, sequestros, guerras civis entre classes de traficantes e bairros e tudo o mais que a mídia traz a tona ou não. E por que a lei é no mínimo “curiosa”? Respeitar as minorias não quer dizer que o direito as minorias deva sobrepor-se ao das maiorias. Respeitar uma classe não quer dizer que temos que jogar no lixo outra, que como eu acredita que devemos sim preservar o que trouxe a humanidade até aqui. Valores de preservação e respeito. Os países onde o retorno aos valores éticos, morais, religiosos e educacionais voltaram a tona, a mudança para melhor é gritante. Em Uganda, que aceitou o projeto religioso do Vaticano contra a AIDS através de campanhas pró monogamia, os índices de aids estão mais baixos que países no mínimo “curiosamente” desenvolvidos.
    Outra frase entre aspas: “fortalecimento das relações humanas”. É impossível conseguir isso através desta lei ou somente através das marchas, das vadias por exemplo; isso é fortalecimento?

    Parabéns a Deputado e ao Governador. Poucas vezes vi o RJ dando exemplos deste tipo e agora sinto um certo orgulho por isso.

  12. Marcelo Rossa disse:

    Errata: * A matéria é completamente PARCIAL”,

  13. eliane ferreira araujo disse:

    Infelismente essa lei não vai servi pra nada vai fica apenas no papel como tudo aqui no Brasil.

  14. JESUS R. DE ARAUJO disse:

    Esperamos que a Deputada Myryan Rios e o Governador Sérgio Cabral, tenham a coragem e a ombridade de defenderem a moral e os bons costumes. E, a primeira ação seje, a interdição do programa BBB da Globo: a Borra da Bosta do Brasil! De nada adianta criar leis, se a Globo deturpa parte da sociedade!

  15. Gabryel disse:

    Ahaha, é incrível o nonsense da classe politica.. as relações humanas desgastadas são alvo da literatura e das artes, sendo extremamente natural no processo de convivência humana. O que será este resgate de valores éticos? Será que a própria função de um politico não se baseia no exercício pleno da ética? E como se configura esse conceito na cabeça dessas pessoas. SE FOSSEM BONS POLÍTICOS, NÃO NECESSITARIAM DE REAFIRMAR A BUSCA PESSOAL E IDEOLÓGICA PELA MORAL, PELA SOCIEDADE DO BONS COSTUMES, AO INVÉS, CONCRETIZARIAM SEUS IDEAIS POR MEIO DE AÇÕES CONSISTENTES NA TRANSFORMAÇÃO DA VIDA DAS PESSOAS, COM BOA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO ÉTICA NO ÂMBITO ESCOLAR, COM ASSISTENCIALISMO JUSTO, EMPREGO, RESPEITO E LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *