Início » Brasil » Serra deve fechar postos diplomáticos na África e no Caribe
ITAMARATY

Serra deve fechar postos diplomáticos na África e no Caribe

Novo chanceler quer rever a política de expansão diplomática do governo Lula

Serra deve fechar postos diplomáticos na África e no Caribe
José Serra, novo chanceler do governo Temer, quer enxugar os gastos da pasta (Foto: FotosPúblicas)

O novo ministro das Relações Exteriores, José Serra, já deixou claro que a mudança de rumo do novo governo abarca também a política externa. Embora o processo de impeachment contra a presidente afastada Dilma Rousseff ainda esteja em curso, o novo chanceler tem pressa para desfazer parte da política externa da gestão petista.

Uma das medidas nesse sentido tomadas pelo novo chanceler foi encomendar à sua equipe um estudo detalhado sobre as embaixadas e consulados brasileiros abertos no exterior durante o governo Lula, com vistas a fechar ou fundir postos, principalmente na África e no Caribe. A ideia é reduzir despesas com o corte imediato de representações no exterior.

A situação orçamentária do Itamaraty é vista como dramática. O salário de diplomatas lotados em outros países está atrasado há três meses e algumas despesas com manutenção de representações estão inadimplentes há quatro meses.

Entre 2003 e 2010, o governo Lula abriu 67 representações, entre as quais os consulados-gerais em Mendoza (Argentina), Iquitos (Peru), Atlanta (EUA) e Vancouver (Canadá). Embaixadas também brotaram em capitais como Iaundê (Camarões), Nouakchott (Mauritânia), Basse-Terre (São Cristóvão e Névis) e Kingstown (São Vicente e Granadinas).

Hoje o Brasil está entre os sete países com mais postos diplomáticos no mundo. São 227 no total.  O número é muito acima dos Brics e da maioria dos países latino-americanos. O Brasil, por exemplo, é o único país latino-americano, além de Cuba, a manter uma embaixada na Coreia do Norte.

Fontes:
Valor - Serra estuda fechamento de embaixadas

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Jean jacques disse:

    Mas o que os africaos ganham cõ Brasil?pode fechar tudo os paises Cooperam com a china.rusia.franca.canada.engleterra.japao.cuba.espanha.alemha.chile.india.turquia.portugal.italia.e sao os paises que recebem os estudantes africano.E Como o Brasil é o pais fechado. Ai vai ficar cada vez mais fechado do mundo.

  2. Ludwig Von Drake disse:

    O Brasil deve ter sua inserção na África através dos nossos irmãos (meus não né, porque sou caucasiano, mas “to junto”) e primos da Nigéria, Benin, Congo, Angola, Moçambique, Guiné. Os demais é desperdício.

  3. Beraldo disse:

    Grande novidade! Claro que o Serra vai anular tudo o que for possível, que tenha sido criação do PT. Ele não engole as derrotas para o PT, sofridas nas eleições presidenciais e, por isso, deverá ainda tomar outras medidas no mesmo sentido. Inexpressivo e covarde, chegou convidado ao Ministério de FHC com a clara intenção de ter seu nome moldado para a Presidência da República e perdeu para o Lula. Agora, se ofereceu ao Governo interino golpista da Lava-Jato, com a mesma intenção. Chance zero, canalha! A Globo já escolheu o Bolsonaro, seu ingênuo! PlinPlin!

  4. André Luiz D. Queiroz disse:

    Pra quê diabos Embaixadas em Nouakchott (Mauritânia), Basse-Terre (São Cristóvão e Névis) e Kingstown (São Vicente e Granadinas)?! Qual a quantidade de brasileiros vivendo nesse países? Qual o potencial de negócios? Além de serem países totalmente “zero à esquerda”, mandar diplomatas para essas ‘representações’ é meio como uma punição, como se fossem deportados para os ‘gulags’ siberianos durante a era stalinista…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *