Início » Brasil » ‘Setor de propina’ da Odebrecht movimentou US$ 3,3 bilhões, diz delator
DEPOIMENTO AO TSE

‘Setor de propina’ da Odebrecht movimentou US$ 3,3 bilhões, diz delator

Pagamentos ilícitos teriam ocorrido entre 2006 e 2014

‘Setor de propina’ da Odebrecht movimentou US$ 3,3 bilhões, diz delator
Odebrecht corrompeu agentes públicos em Angola e em países da América Latina, segundo delator (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Em depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ex-diretor do Departamento de Operações Estruturadas da Odebrecht Hilberto Mascarenhas afirmou nesta segunda-feira, 6, que a empreiteira movimentou cerca de US$ 3,3 bilhões em pagamentos ilícitos entre 2006 e 2014.

Leia também: Delator da Odebrecht diz que doou R$ 9 milhões ao PSDB
Leia também: Marcelo Odebrecht nega ter acertado valores com Temer

O Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht é apontado pela Operação Lava Jato como o “setor de propina” da empreiteira.

De acordo com o delator, entre 15% e 20% dos US$ 3,3 bilhões foram destinados ao financiamento de campanhas eleitorais via caixa dois. O restante pagava propinas, obras e serviços no exterior.

Hilberto Mascarenhas disse em seu depoimento que a Odebrecht corrompeu agentes públicos em Angola e em países da América Latina. O executivo também deu detalhes de pagamentos feitos aos marqueteiros Duda Mendonça e João Santana.

Ainda segundo Mascarenhas, o “setor de propina” da Odebrecht movimentou US$ 60 milhões em 2006; US$ 80 milhões em 2007; US$ 120 milhões em 2008; US$ 260 milhões em 2009; US$ 420 milhões em 2010; 520 milhões em 2011; US$ 730 milhões em 2012; US$ 750 milhões em 2013; e US$ 450 milhões em 2014.

Na última segunda-feira, 6, também em depoimento ao TSE, o ex-vice-presidente da Odebrecht Cláudio Melo Filho confirmou que o presidente Michel Temer pediu apoio financeiro ao PMDB durante a campanha eleitoral de 2014.

Fontes:
Jornal do Brasil - Odebrecht movimentou US$ 3,39 bilhões em pagamentos ilícitos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. laercio disse:

    A corrupção no Brasil passou por cima do povo sem respeitar quaisquer limites!
    Depois do governo militar se iniciou um processo de degradação geral no país; muito se falou e muito se enganou; uma nação inteira está sendo humilhada por alguns que fizeram da lei propulsores, que desconsideram a própria nação.
    Passou da hora de rompermos com o atual sistema jurídico e suas muralhas, estão acontecendo absurdos todos os dias mas somos vitimados porque não temos instrumentos legais com eficácia necessária para interromper o mal coletivo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *