Início » Brasil » Site divulga novos diálogos entre Moro e Dallagnol
'THE INTERCEPT'

Site divulga novos diálogos entre Moro e Dallagnol

Em novas mensagens divulgadas pelo 'Intercept', Dallagnol relata a Moro conversa com o ministro Luiz Fux, do STF

Site divulga novos diálogos entre Moro e Dallagnol
Trechos das conversas revelam que Moro e Dallagnol fizeram referência ao ministro do STF Luiz Fux (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O site “The Intercept” divulgou na última quarta-feira, 12, em redes sociais, novos trechos de mensagens atribuídas ao ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e ao coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol.

De acordo com o site, Dallagnol teria relatado a Moro, em 22 de abril de 2016, que havia conversado naquele dia com o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro, por sua vez, teria declarado apoio a Moro (então responsável pelos processos da Lava Jato na Justiça Federal do Paraná) em uma “queda de braço” com outro ministro do STF, Teori Zavascki, então relator da Lava Jato no STF. Teori morreu em um acidente aéreo em janeiro do ano seguinte.

O site revelou ainda que, na ocasião, Moro respondeu a Dallagnol: “In Fux we trust” (“Confiamos em Fux”).

Segundo o “Intercept”, as mensagens foram enviadas por Dallagnol a um grupo de procuradores e encaminhadas pelo próprio coordenador da força-tarefa da Lava Jato a Sérgio Moro.

Leia abaixo na íntegra o diálogo divulgado pelo “Intercept”:

13:04:13 Deltan – Caros, conversei com o Fux mais uma vez hoje

13:04:13 Deltan – Reservado, é claro. O Min Fux disse quase espontaneamente que Teori fez queda de braço com Moro e viu que se queimou, e que o tom da resposta do Moro depois foi ótimo. Disse para contarmos com ele para o que precisarmos, mais uma vez. Só faltou, como bom carioca, chamar-me pra ir à casa dele rs. Mas os sinais foram ótimos. Falei da importância de nos protegermos como instituições

13:04:13 Deltan – Em especial no novo governo

13:06:55 Moro – Excelente. In Fux we trust

13:13:48 Deltan – Kkk”

Com a expressão “novo governo”, Deltan Dallagnol se referiu ao possível afastamento da então presidente Dilma Rousseff, cujo impeachment ocorreu no dia 12 de maio daquele ano.

Um mês antes do diálogo revelado pelo site, o ministro Teori Zavascki determinou, em 22 de março de 2016, que Moro enviasse ao STF todas as investigações da Lava Jato envolvendo o ex-presidente Lula. A decisão ocorreu após Moro autorizar a divulgação de conversas telefônicas interceptadas pela Polícia Federal entre Lula e a então presidente Dilma Rousseff.

Teori criticou a decisão de Moro, que na semana seguinte enviou ofício ao STF pedindo “respeitosas escusas”, ressaltando que a sua decisão foi baseada na Constituição. O ofício é a resposta que Fux teria elogiado na conversa com Dallagnol.

Leia também: Site revela troca de mensagens entre Moro e procuradores da Lava Jato

Fontes:
G1 - Em nova mensagem divulgada por site, Dallagnol diz que Fux apoiou Moro em 'queda de braço' com Teori

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. DINARTE DA COSTA PASSOS disse:

    Brincadeira! Depois dizem que os juízes são imparciais! Até pode serem quando o réu é insignificante, mas quando querem proteger ou prejudicar alguém. Nada de imparcialidade existe.

  2. Moura disse:

    O “santo” apedeuta de Garanhuns, a alma mais pura e honesta deste país (?), foi condenado com base em provas documentais, testemunhais e periciais. Isto é um fato e independe de ação do juiz.

  3. Rene Luiz Hirschmann disse:

    Pelo que deu a entender se ocorreu algum crime foi invasão da privacidade de autoridades brasileiras, mais uma vez o crime cometido por Adelio tem que ser esclarecido, estamos constatando que realmente existe um movimento que não esta conseguindo assimilar o que o povo brasileiro quer, parece que uma coisa não tem nada a haver com outra mas eu acredito que esse movimento queria cortar o bem pela raiz, matando o candidato a presidencia com grandes chances de ganhar, Brasileiros agora acredito em movimentos ideológicos com intuito de tomar conta do Brasil e uma coisa é certo:“The Intercept” é clandestino e muito perigoso.

  4. Henrique O MOtta disse:

    Pouco republicana mas nada que beire a ilegalidade como se pretende inferir. A proximidade entre acusador publico e Juiz é notória embora não recomendável, o que não implica, necessariamente, em cumplicidade ou parcialidade no proferir decisões que sejam favoráveis ao acusador. TODOS, sem exceção, que foram comdenados por Sergio Moro, em razão de pronuncia do MPF, O FORAM COM BASE NA PROVA DOS AUTOS. Os fiéis de Lula podem espernear, acusar, difamar e tudo quanto mais quiserem mas não se nega o fato de que Lula é e o espelho da maldade e, no minimo, ladrão da esperança de milhões de brasileiros que acreditaram que o PT seria a salvação do país.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *