Início » Brasil » Situação de abastecimento de água é muito grave, diz ANA
Regiões Sudeste e Nordeste

Situação de abastecimento de água é muito grave, diz ANA

Presidente da ANA alertou para ano 'extremamente grave' no abastecimento nas regiões Sudeste e Nordeste

Situação de abastecimento de água é muito grave, diz ANA
Cenário previsto para o Nordeste é muito crítico (Fonte: Reprodução/Revista Fórum)

O presidente da Agência Nacional de Água (ANA), Vicente Andreu, alertou para um ano “extremamente grave” no abastecimento de água nas regiões Sudeste e Nordeste do país.

Segundo Andreu, o cenário crítico pode ser projetado ao comparar a situação atual dos principais reservatórios do país com os seus volumes de água há um ano.

Um exemplo claro é o Sistema Cantareira, em São Paulo, na região Sudeste. As chuvas ocorridas de dezembro a abril não conseguiram nem mesmo repor a água do volume morto do sistema.

A situação é agravada pelo início do período de seca, segundo o presidente da ANA, que ressalta ainda que não há mais tempo para recorrer a obras de emergência.

Em audiência pública na Câmara, Andreu afirmou que, se as medidas tomadas neste ano na gestão do Cantareira tivessem sido adotadas no início do ano passado, como a agência havia sugerido, a situação em São Paulo hoje estaria menos crítica.

O cenário previsto para o Nordeste é ainda mais complicado. De acordo com a ANA, a região deve se preparar para enfrentar a pior situação de abastecimento já registrada.

O reservatório de Sobradinho, por exemplo, o maior do país e responsável pela maior parte do abastecimento da região, está com apenas 21% da capacidade total de acúmulo de água. No mesmo período do ano passado o número era de 57%.

Fontes:
Uol - ANA alerta para ano "extremamente grave" no abastecimento de água

1 Opinião

  1. Carlos U Pozzobon disse:

    Esta agência nem deveria existir. Foi criada no governo FHC por iniciativa do Congresso, sem qualquer utilidade para o país. Água deveria ser um assunto exclusivamente estadual, reservando-se o governo federal ao papel de moderador quando bacias envolverem mais de um estado. Eles não tem nada a fazer de bem para o país, a menos de cobrar impostos de quem tem poço artesiano sob a inacreditável alegação de reposição da água do subsolo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *