Início » Brasil » STF autoriza inquérito contra Serra por caixa dois
INVESTIGAÇÃO

STF autoriza inquérito contra Serra por caixa dois

Decisão foi tomada com base nas delações de executivos da JBS

STF autoriza inquérito contra Serra por caixa dois
Serra diz que nunca ofereceu 'contrapartida por doações eleitorais' (Fonte: Reprodução/Agência Senado)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber autorizou nesta segunda-feira, 28, a abertura de um inquérito para apurar denúncia de caixa 2 contra o senador José Serra (PSDB-SP).

A decisão foi tomada com base nas delações de executivos da JBS. O pedido de abertura de inquérito foi apresentado pela Procuradoria-Geral da República em junho.

Em nota, a assessoria de Serra afirmou que o senador “reitera que todas as suas campanhas eleitorais foram conduzidas dentro da lei, com as finanças sob responsabilidade do partido. E sem nunca oferecer nenhuma contrapartida por doações eleitorais”.

Em sua delação premiada, o empresário Joesley Batista, dono da JBS, citou doações de caixa 2 para a campanha de Serra à presidência em 2010. A prática prevê pena de até cinco anos de prisão mais multa. Ainda de acordo com Joesley, foram repassados, a pedido de Serra, cerca de R$ 20 milhões à campanha, sendo R$ 13 milhões declarados à Justiça Eleitoral. A doação não contabilizada teria sido feita por meio da emissão de notas fiscais frias.

O caso, segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não tem relação direta com a Operação Lava Jato, e foi redistribuído. A ministra Rosa Weber passou a conduzir o processo. Janot afirma que a investigação é necessária para “possibilitar a confirmação ou não do possível envolvimento e/ ou ciência do congressista no ilícito relatado”.

Em sua decisão, Rosa Weber ressaltou que “as oitivas dos representantes legais das empresas emissoras das notas fiscais que deram lastro à suposta contribuição eleitoral não contabilizada, assim como a do senador da República José Serra, constituem o ponto de partida para o aprofundamento das investigações”.

Fontes:
G1 - Ministra do STF autoriza inquérito para investigar senador José Serra

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *