Início » Brasil » STF avalia redução das penas de Valério e Jefferson
Julgamento do mensalão

STF avalia redução das penas de Valério e Jefferson

Cálculo das penas dos réus condenados no maior escândalo de corrupção do governo Lula será retomado nesta semana

STF avalia redução das penas de Valério e Jefferson
Marcos Valério e Roberto Jefferson: réus condenados (Fonte: Reprodução/Montagem)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

As penas do empresário Marcos Valério, condenado a mais de 40 anos de prisão no julgamento do mensalão, e do presidente do PTB e deputado cassado Roberto Jefferson, cuja pena ainda não foi calculada, podem ser reduzidas pelos ministros do Supremo Tribunal Federal.

Leia também: Valério cita Lula em novo depoimento e pede inclusão no programa de proteção a testemunhas
Leia também: PT não vai punir mensaleiros

Os motivos seriam a contribuição de Valério às investigações — o empresário entregou ao MP uma lista de beneficiários dos pagamentos do mensalão — e a revelação do esquema feita por Jefferson em 2005.

Marcos Valério foi condenado a mais de 40 anos de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, evasão de divisas, corrupção ativa e peculato. Os ministros do STF ainda não avaliaram, no entanto, os efeitos da contribuição dada pelo empresário às investigações do maior escândalo de corrupção do governo Lula.

STF retoma cálculo das penas nesta quarta

De acordo com um integrante do Supremo, a pena de Valério pode ser reduzida “drasticamente” quando o assunto entrar em pauta.

O cálculo das penas dos réus condenados será retomado nesta quarta-feira, 7, pelos ministros do Supremo Tribunal Federal.

Fontes:
O Estado de S.Paulo - STF debate redução das penas de Valério e Jefferson por crimes do mensalão

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Geraldo Euclides disse:

    Será que vai acabar 0x0? -Com título já causa-nos apreenção, todos brasileiros estavam satisfeitos com as atitudes dos julgadores, mas com essa opinião dão a impresão que querem dar o dito por não dito, só pelo fato de não intimar o ex presidente lula já parece que tudo foi em vão, não mundo inteiro a imprensa comentou a lisura dos magistrados, mas com essa faz sempre lembrar a frase do jornalista Aparício Torelli (o Barão de Itararé) que dise a cinquenta anos atrás: “Em Brasília não tem suspeitos, todos são cumplices” é uma frase antiga, mas tão atual, não?

  2. João Cirino Gomes disse:

    URGENTÍSSIMO
    Exílio da turma do Mensalão

    REPASSE URGENTE!
    JOSÉ DIRCEU, JOSÉ GENUÍNO, DELUBIO SOARES e JOÃO PAULO CUNHA ESTÃO COM EXÍLIO CONCEDIDO NA VENEZUELA.
    O EMBAIXADOR DA VENEZUELA JÁ ESTA PRONTO PARA EXECUTAR A ORDEM DE HUGO CHÁVEZ.
    A DEFESA DOS RÉUS DO PT VAI ACUSAR O STF DE JULGAMENTO POLÍTICO, E VAI RECORRER A ÓRGÃOS INTERNACIONAIS, DA SENTENÇA.
    ISTO CRIA UMA JUSTIFICATIVA PARA A CONCESSÃO DO EXÍLIO.
    A NOTICIA É QUENTE E PRECISA SER DIVULGADA.

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    Então se Ferenandinho Beira Mar contribuir com a policia sua sentença será reduzida e poderá quiça ser solto, basta pelo menos dedurar alguns comparsas que ainda estão no tráfico. E Carlinhos Cachoeira também se apontar alguns políticos que não se encontra na relação encontrada pela policia federal também terá pena reduzida? Me polpem senhores ministros, esses energúmenos não merecem redução de pena de qualidade algunha.

  4. helo disse:

    Áureo,
    Diminuir 50 anos de uma pena de 100 é indiferente. A lei só permite o cumprimento de 30.
    Se Cachoeira ou Valério falarem seria quase como aplicar a lei do Ficha Limpa.
    Grandões, que são bem maiores que Valério ou Cachoeira, só assim virariam réus.
    Beira-Mar ou outros chefões não se qualificam para tal troca. A medida visa não somente evitar a “queima de arquivo” mas pegar Peixões e não peixinhos.

  5. sujeito oculto. disse:

    Seria muita ingenuidade da população, achar que desta vez , os colarinhos brancos não iriam dar seus jeitinhos tipicos
    dos caras de pau

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *