Início » Brasil » STF deve julgar José Dirceu às vésperas das eleições
Julgamento do mensalão

STF deve julgar José Dirceu às vésperas das eleições

Joaquim Barbosa confirmou crime de corrupção passiva cometido por Roberto Jefferson

STF deve julgar José Dirceu às vésperas das eleições
Dirceu será julgado por corrupção ativa e o delator Roberto Jefferson é acusado de corrupção passiva (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Supremo Tribunal Federal (STF) mudou o sistema de votação do julgamento do mensalão nesta quarta-feira, 19, e passou a análise dos crimes de corrupção ativa cometidos pela cúpula do PT para as vésperas das eleições. José Dirceu é um dos réus que serão julgados na semana do primeiro turno das eleições municipais. Nesta quinta-feira, 20, o julgamento continua sobre capítulo 6 acerca da compra de apoio parlamentar.

Leia também: Barbosa afirma que PL participou do mensalão

O relator, Joaquim Barbosa, e o revisor, Ricardo Lewandowski, entenderam que este capítulo deveria ficar para uma segunda etapa, no qual será julgado o núcleo político do esquema. Na sexta-feira, 21, Barbosa conclui votação sobre os acusados de corrupção passiva ligados aos partidos PP, PTB, PL (atual PR) e ao PMDB. A expectativa inicial era de que todo o núcleo político fosse votado por Barbosa esta semana.

Roberto Jefferson cometeu crime de corrupção passiva

Durante a análise das acusações, Joaquim Barbosa apontou que o delator do esquema, Roberto Jefferson, presidente do PTB, cometeu corrupção passiva e foi beneficiado pela “engrenagem criminosa” de Marcos Valério. Também tiveram votos de condenação do relator: o ex-deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) e o ex-primeiro-secretário do partido Emerson Palmieri. O ministro termina de analisar nesta quinta-feira, 20, as acusações contra Jefferson.

“Jefferson sabia da existência do que ele chamou de mesada a parlamentares. […] Quando passou a ser ele próprio beneficiário de recursos do PT, tinha a consciência de que os pagamentos eram feitos em troca da consolidação da base aliada do governo na Câmara”, apontou o relator.

Na opinião do ministro Barbosa, “o réu se valeu da função para solicitar recursos oferecendo como troca a fidelidade e apoio do partido nas decisões do Congresso. O pagamento foi realizado por metodologia idêntica ao empregado pelo PT em relação a todos os parlamentares acusados nessa ação penal, ou seja, o uso da engrenagem criminosa de Marcos Valério e seus sócios. ” O PTB recebeu R$ 5,6 milhões do esquema.

 

Fontes:
Folha de S. Paulo -Barbosa diz que Jefferson cometeu corrupção e foi beneficiado no mensalão
Folha de S. Paulo - STF muda forma de votação e deve adiar julgamento sobre Dirceu
Folha de S. Paulo - Relator do mensalão retoma voto sobre compra de votos nesta quinta

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. wanderley f. silva disse:

    O SUPREMO PRETENDE BOTAR NA CADEIA OS CONDENADOS.
    FARÁ ISTO ,OU SE DES,MORALIZARÁ PERANTE A OPINIÃO PÚBLICA MUNDIAL.
    TUDO ISTO ESTÁ SENDO ACOMPANHADO PELA INTERNET.
    SERÁ QUE ESTE PALAVRÓRIO TECNICO SERÁ SÓ PARA OSTENTAR ERUDIÇÃO?
    DEIXAREMOS,ENFIM DE SER UM POVO EXÓTICO PERANTE O MUNDO OU ESTÃO APENAS LEWANDOVISK UMA COLOSSAL PIZZA ?
    SERÁ QUEI VIVEREI PARA TESTEMUNHAR A GRANDE REVOLUÇÃO DE COSTUMES NESTE PAÍS?
    VEREI ENFIM UM POVO EDUCADO MANTENDO AS RUAS LIMPAS?
    ONTEM ME CONTRAÍ A ESPERA DE UMA COLOSSAL VAIA AO HINO DA ARGENTINA, QUE FELIZMENTE NÃO ACONTECEU.–
    AO CONTRÁRIO, O POVO GOIANO ATÉ CANTOU RESPEITOSAMENTE O NOSSO HINO…DEUS É PAI.
    AFINAL LOGO IREMOS PATROCINAR TORNEIOS INTERNACIONAIS E VEREMOS O RESPEITO QUE TODO CIDADÃO CIVILIZADO TEM PELOS SÍMBOLOS NACIONAIS.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *