Início » Brasil » STF nega recurso de Lula para retirar Moro de investigação
LAVA JATO

STF nega recurso de Lula para retirar Moro de investigação

Relator da Lava Jato no Supremo criticou, no entanto, 'espetáculo midiático' do MPF do Paraná

STF nega recurso de Lula para retirar Moro de investigação
Defesa de Lula afirma que a investigação conduzida por Moro apura fatos envolvendo um esquema de corrupção na Petrobras que já estão sendo investigados pelo STF (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O pedido da defesa de Lula para retirar o juiz federal Sérgio Moro, que é responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, da investigação sobre suposto recebimento de propina pelo ex-presidente foi negado nesta terça-feira, 4, pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal.

Leia também: MPF fez ‘truque de ilusionismo’ em denúncia, afirmam Lula e Marisa
Leia também: Lula é denunciado no caso tríplex do Guarujá

Os ministros da Segunda Turma do STF decidiram, por quatro votos a zero, manter as investigações com Moro. O relator da Lava Jato no Supremo, ministro Teori Zavascki, disse que, ao contrário do que argumenta a defesa de Lula, as investigações que correm em Curitiba e no próprio STF são diferentes. A defesa do ex-presidente Lula afirma que a investigação conduzida por Moro apura fatos envolvendo um esquema de corrupção na Petrobras que já estão sendo investigados pelo Supremo.

Ao apresentar o seu voto, o ministro Teori Zavascki criticou, no entanto, a entrevista coletiva na qual procuradores do MPF do Paraná apresentaram a denúncia contra Lula, afirmando que o ex-presidente é o “comandante máximo da propinocracia brasileira”.

“Tivemos oportunidades de presenciar espetáculo midiático forte que se fez em Curitiba, não com participação do juiz [Sérgio Moro], mas do Ministério Público. Se deu notícia sobre organização criminosa, colocando Lula como líder, dando impressão, sim, que se estaria investigando organização criminosa. Houve esse descompasso […] Realmente essa espetacularização do episódio não é compatível nem com aquilo que foi objeto da denúncia nem com a seriedade que exige na apuração desses fatos. Se houve reclamação, teria de ser contra esse episódio”, afirmou Teori.

Fontes:
G1 - STF nega pedido de Lula, mas Teori critica 'espetáculo midiático' do MP

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Sempre se vê o Ministro Teori Zavascki como uma pessoa cripto petista. Mesmo decidindo contra os próceres desta praga de 1980, sente-se uma tristeza profunda se abatendo sobre o nobre ministro que parece estar constantemente lutando contra uma decepção amorosa provocada pelo Partido dos Trabalhadores desempregados. Muito triste esta “decepção” petista que quase destruiu a nação brasileira.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *