Início » Brasil » STF torna Fernando Collor réu na Operação Lava Jato
DESVIOS NA BR DISTRIBUIDORA

STF torna Fernando Collor réu na Operação Lava Jato

Decisão da Segunda Turma do STF ocorreu por unanimidade

STF torna Fernando Collor réu na Operação Lava Jato
Collor é acusado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa (Fonte: Reprodução/Agência Senado)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta terça-feria, 22, denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTC-AL), no âmbito da Operação Lava Jato.

Com isso, Collor, que é acusado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, se torna réu nas investigações da Lava Jato.

A decisão da Segunda Turma do STF ocorreu por unanimidade. Collor é suspeito de ter chefiado uma organização criminosa para operar desvios na BR Distribuidora. As investigações apontam que, entre 2010 e 2014, o senador recebeu mais de R$ 29 milhões em propina por sua suposta influência política na empresa subsidiária da Petrobras.

A denúncia afirma também que Collor comprou carros de luxo com a suposta propina, incluindo um Lamborghini, uma Ferrari, um Bentley e duas Land Rover. A defesa do senador afirma que não há provas de que ele teria recebido a suposta propina.

O relator do inquérito, ministro Edson Fachin, ressaltou que, “ao contrário do que sustentam os acusados, a denúncia, ao menos na parte que foi recebida, não está amparada tão somente em depoimentos prestados em colaboração premiada. Há inúmeros outros indícios, tais como dados bancários, depoimentos, informações policiais, o que basta neste momento, em que não se exige juízo algum de certeza acerca da culpa”.

Fontes:
Veja - STF aceita denúncia e Collor vira réu na Lava Jato

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Rogerio Faria disse:

    O gosto do “ilustre” Senador ficou mais apurado.
    De FIAT Elba para Ferrari…

  2. João Direnna disse:

    Collor de Mello retrata muito bem a cara de pau do político brasileiro. Ele mente, negocia, protege o corporativismo, se apropria, recebe propina e sai esbanjando os milhões de reais, dólares, seja o que for, e ainda nega ter participado de qualquer esquema de corrupção. Mesmo que com as provas mais contundentes. Pior: não se arrepende de nada e ri da e na cara da população. O Brasil, do jeito que vai, com leis feitas e protegidas por esta gente, tende a ficar do mesmo jeito. Ou piorar, se é que isto seja possível.
    João Direnna
    Quissamã-RJ

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *