Início » Brasil » STJ vai julgar um presentão de R$ 18 milhões
Coluna Esplanada

STJ vai julgar um presentão de R$ 18 milhões

Caso de multiplicação de reais em milhões envolve um juiz de Goiás e o Banco do Brasil, que estão se processando

STJ vai julgar um presentão de R$ 18 milhões
Da noite para o dia, banco passou a dever a juiz R$ 18 milhões (Fonte: Reprodução/Fotos Públicas/Marcos Santos/USP Imagens)

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça está debruçada sobre um curioso caso de multiplicação de reais em milhões, que deve ser julgado em breve. Envolve um juiz de Goiás e o Banco do Brasil, que estão se processando. Desde 2009, o BB aponta calote do hoje corregedor do TJ-GO, Ronnie Paes Sandre, num empréstimo de R$ 715.121,70. O magistrado conseguiu em primeira instância indenização por danos morais, e veio o milagre: da noite para o dia, o banco passou a dever ao juiz R$ 18 milhões, depositados em conta judicial pelo BB para o togado. Mas os desembargadores do TJ deram ganho de causa ao banco e o juiz ficou mal na fita, e o caso chegou ao STJ.

Que é isso, companheiro!?

No voto do relator do TJ, consta que a sentença e perícia dos R$ 18 milhões estariam tomadas de “obscuridade”, seria “contraditória” e com “incongruência lógica”.

Contraponto

O juiz acusa o banco de juros extorsivos e questiona a sua política de crédito. Procurado, o advogado do juiz Ronnie não se manifestou até o fechamento da Coluna.

Em leitura

Três ações em que o juiz e banco se acusam estão sob relatoria de Luiz Felipe Salomão e Marco Bellizze. A assessoria do STJ informou que os ministros não se manifestam.

Mi$tério do nióbio

Um mistério ainda assombra a Polícia Civil de Minas há três anos, e deve voltar à tona. Onde foram parar as toneladas de nióbio que eram transportadas em dez carretas, que sumiram na região de Araxá? O minério é o mais caro, muito utilizado na indústria aeronáutica e de eletroeletrônicos para fabricação de TVs, smartphones e tablets.

Ninguém sabe, ninguém viu

A China é a maior compradora. A carga era avaliada em bilhões de reais. As carretas foram encontradas, vazias, dias depois. Ninguém foi preso, o inquérito não andou. Mas indústrias chinesas continuaram a fabricar. O Brasil tem a maior reserva do minério.

Que medo é esse…

Bateu a tensão em grandes empresas sócias dos fundos de pensão Previ (BB) e Funcef (Caixa) com a instalação da CPI dos Fundos na Câmara. Deputados já têm fila na porta principalmente de ‘representantes’ de sócias e gestores de carteiras imobiliárias.

Turma do canteiro

De um empresário que passeia por Brasília desde que Dom Pedro soltava pipa: a CPI pode descobrir que quem manda nos fundos não são políticos, mas empreiteiros.

No front

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), solta o verbo hoje no Visão Capital, network do Jornal de Brasília. Já avisou a próximos que saiu da trincheira.

Olha quem fala

Ditador civil da Venezuela, Nicolás Maduro, disfarçado de presidente, deu entrevista em rede e alertou que a presidente Dilma corre sério risco de golpe nos próximos meses. Maduro é o que manda prender opositores e arrebentar manifestantes nas ruas.

Conta outra

Aliás, a mesma história de ‘golpe’ dos Estados Unidos foi contada pelo então presidente Hugo Chávez em 2003 e mobilizou toda a esquerda latina. Mentira proposital. Chávez à época se livrou de uma rebelião popular que pedia melhorias de vida — o que ocorre hoje.

Oi, gente!

Adorada pelo público — e ela gosta de falar em público o bordão ‘oi, gente!’ –, Luiza Trajano, a rainha do setor de varejo e agora conselheira APO, tem negado palestras com os seguidos convites. A quem pergunta sobre cachê, pede que paguem apenas o avião.

Rapunzel de calças

Já acostumado a celas, o ex-ministro José Dirceu, já apontado como pai do petrolão, pediu à família que enviasse livros para ler. Acumula uns quatro.

Sinais

Um aliado vê fadiga no ex-presidente Lula nas últimas semanas. Vide o semblante dele entregando flores na janela do seu instituto. Pode ser a malhação, ou a desilusão.

Em campo

O senador Zezé Perrela (PDT-MG), o ‘dono’ do Cruzeiro, faz discreto lobby para tentar uma vaga no Tribunal de Contas da União.

Crise hídrica

Com a COP21 na porta, o tema em voga. A OAB, Itaipu e Universidade Estácio promovem dias 4 e 5 de setembro a III Conferência Internacional de Direito Ambiental.

Ponto Final

Nem setembro chegou e o ano acabou no Congresso. Já tem parlamentar tratando as férias de dezembro.

Com Equipe DF, SP e Nordeste

2 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    Contrabando de Nióbio estaria financiando Rede Globo Minas

    28/12/2012

    Notas da redação – Vale dizer que os Estados Unidos, Europa e Japão são 100% dependentes do nióbio brasileiro, mas o Brasil detém apenas 55% dessa produção. Os 45% restantes estariam saindo extra-oficialmente do país. Durante a Comissão Parlamentar De Inquérito (CPI) dos Correios, um pequeno germe da investigação sobre o Mensalão, o publicitário Marcos Valério revelou na TV : “O dinheiro do mensalão não é nada, o grosso do dinheiro vem do contrabando do nióbio” e que “José Dirceu estava negociando com bancos, uma mina de nióbio na Amazônia”.

    Estranhamente veículos pertencentes à Rede Globo de Televisão nunca tocaram no assunto, nem mesmo quando tornou Dirceu sua Geni preferida. Contou com a ajuda – e o silêncio – dos veículos da grande mídia, de grupos como Abril e Folha.

    Outro comentário, ao qual não podemos nos furtar é que o “Triângulo” de Minas Gerais se assemelha ao das Bermudas: tudo que se passa por lá misteriosamente desaparece.

    brasiliaempauta.com.br/artigo/ver/id/1315/nome/Contrabando_de_Niobio_estaria_financiando_Rede_Globo_Minas

  2. ney disse:

    Nicolás Maduro, não é ditador e é presidente por eleições diretas.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *