Início » Brasil » ‘Superbactéria’ é encontrada em praias do Rio de Janeiro
OLIMPÍADAS NO RIO

‘Superbactéria’ é encontrada em praias do Rio de Janeiro

Estudo anterior, conduzido pela Fundação Oswaldo Cruz, já havia detectado a bactéria na Lagoa Rodrigo de Freitas

‘Superbactéria’ é encontrada em praias do Rio de Janeiro
A super bactéria pode causar infecção urinária, gastrointestinal, pulmonar e sanguínea, além de meningite (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Dois estudos independentes de cientistas americanos e brasileiros encontraram uma perigosa “superbactéria” resistente a antibióticos nas praias de Copacabana, Ipanema, Leblon, Flamengo e Botafogo, no Rio de Janeiro, onde atletas vão nadar e remar nos eventos Olímpicos de agosto.

As descobertas dos dois estudos acadêmicos ainda não publicados envolvem áreas turísticas populares da cidade e aumentam muito as áreas onde o micróbio, normalmente encontrado em hospitais, está presente.

Um estudo publicado em 2014 havia mostrado a presença da “superbactéria” – classificada pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças americano (CDC) como uma ameaça urgente à saúde pública – nas águas da Baía de Guanabara, onde eventos de vela e windsurf vão acontecer durante os Jogos.

A “superbactéria” pode causar infecção urinária, gastrointestinal, pulmonar e sanguínea, além de meningite. O CDC diz que estudos mostram que essa bactéria contribui para a morte de até metade dos pacientes infectados.

O segundo estudo, conduzido pelo laboratório da Fundação Oswaldo Cruz, será publicado em julho pela Associação Americana de Microbiologia. Ele encontrou genes da bactéria na Lagoa Rodrigo de Freitas e em um dos rios que desembocam na Baía de Guanabara.

Dejetos de incontáveis hospitais, além de centenas de milhares de residências, são despejados em canais de escoamento, rios e canais ao longo do Rio de Janeiro, o que permitiu que a superbactéria se espalhasse fora dos hospitais da cidade ao longo dos anos.

Despoluir as águas da cidade era um dos grandes legados prometidos no documento oficial de 2009 que o Rio de Janeiro usou para ganhar o direito de sediar os primeiros Jogos Olímpicos da América do Sul.

Fontes:
Scientific American-Studies Find "Superbacteria" at Rio's Olympic Venues, Top Beaches

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *