Início » Brasil » Surto de doença misteriosa deixa Bahia em alerta
DOENÇA DA URINA PRETA

Surto de doença misteriosa deixa Bahia em alerta

Foram registrados 52 casos e duas mortes em Salvador decorrentes da chamada ‘doença da urina preta’. Ceará tem três casos suspeitos

Surto de doença misteriosa deixa Bahia em alerta
A principal hipótese é a contaminação por um vírus encontrado nas águas sujas dos esgotos, nas fezes (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um surto de uma doença desconhecida está espalhando temor na Bahia. Conhecida como “doença da urina preta”, seus principais sintomas são dor muscular extrema, insuficiência renal e urina de cor similar a da coca-cola.

Segundo o infectologista Antônio Bandeira, coordenador do comitê de arboviroses da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), que acompanha alguns dos casos, o efeito da doença no organismo é como se o paciente “tivesse feito uma maratona em poucos segundos”.

“É uma lesão muscular aguda, então a quantidade de mioglobina que está dentro do músculo acaba saindo e vai para a urina. Ela acaba dando essa cor de Coca-Cola. Esse pigmento também tem uma ação nefrotóxica (tóxica para os rins)”.

Por falta de informações, no momento a doença é oficialmente classificada como “mialgia (dor) aguda a esclarecer”.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde da Bahia, foram 52 casos da doença na Região Metropolitana de Salvador, dos quais dois resultaram em morte.

O governo do Ceará emitiu alerta para três casos suspeitos no estado, mas ainda não há confirmação de que, de fato, se trata da mesma doença. Se forem confirmados, serão os primeiros casos fora da Bahia.

No momento, os pesquisadores estão analisando amostras de fezes e urina coletadas de infectados. Antes, a principal suspeita era que a doença estaria sendo provocada por toxina de peixes do litoral Norte baiano. Porém, esta suspeita está praticamente descartada. Agora, a principal hipótese é a contaminação por um vírus encontrado nas águas sujas dos esgotos, nas fezes. Este vírus seria da mesma família da hepatite A.

 

Fontes:
G1-Doença da urina preta na Bahia: o que sabemos até agora
Jornal Nacional-Doença misteriosa deixa pacientes com urina escura na Bahia e no Ceará

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Carlos U Pozzobon disse:

    Mais despesa por falta de saneamento. Sai caro manter esgoto a céu aberto. No entanto, é a preferência dos governos com o beneplácito dos ecologistas instalados na administração pública ou recebendo jabá do governo para desviar o foco para o aquecimento global.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *