Início » Brasil » Suspense marca a escolha da equipe econômica de Dilma
Ministério da Fazenda

Suspense marca a escolha da equipe econômica de Dilma

Dilma deve anunciar nova equipe econômica nesta sexta-feira, 21. Nelson Barbosa se tornou o nome mais cotado para substituir Mantega no Ministério da Fazenda

Suspense marca a escolha da equipe econômica de Dilma
Dilma quer criar uma agenda econômica positiva para amortecer o desgaste causado pela operação Lava-Jato (Reprodução/Internet)

A escolha do substituto de Guido Mantega no Ministério da Fazenda se tornou um impasse para a presidente Dilma Rousseff.

Na última quarta-feira, 19, o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, recusou o convite para assumir o posto. Em uma reunião com a presidente no Palácio do Planalto, Trabuco disse “se sentir honrado” com a proposta, mas recusou a oferta alegando compromissos à frente do Bradesco. Ele está sendo preparado para substituir Lázaro Brandão na presidência do Conselho de Administração do banco em 2017.

Trabuco foi um dos nomes sugeridos à Dilma por Lula. A princípio, o ex-presidente defendia a nomeação do ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Diante da rejeição da presidente, que nunca teve boas relações com Meirelles, Lula sugeriu a nomeação de Trabuco.

Após a recusa de Trabuco, Dilma agora aposta em Nelson Barbosa, ex-secretário-executivo do Ministério da Fazenda. A presidente se reuniu com Barbosa na última quinta-feira, 20, mas o resultado da reunião ainda não foi anunciado.

Dilma deve anunciar os membros da nova equipe econômica ainda nesta sexta-feira, 21. A composição da equipe em pleno momento de turbulência econômica tem sido um problema para Dilma. A presidente planeja criar uma agenda econômica positiva para amortecer o desgaste causado pelas denúncias da operação Lava-Jato.

Fontes:
O Globo-Dilma se reúne com Nelson Barbosa em São Paulo
Estadão-Trabuco recusa Fazenda e Dilma procura plano B

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *