Início » Brasil » Temer intensifica corpo a corpo com parlamentares
POLÍTICA

Temer intensifica corpo a corpo com parlamentares

Estratégia visa derrubar a denúncia contra o presidente

Temer intensifica corpo a corpo com parlamentares
Michel Temer esteve com 26 dos 40 parlamentares que votaram a favor dele na CCJ (Foto: Beto Barata/PR)

O presidente Michel Temer intensificou o corpo a corpo com parlamentares desde que a denúncia contra ele chegou à Câmara dos Deputados. Segundo levantamento do Estadão, do dia 29 de junho até o último domingo, 18, o peemedebista recebeu 82 deputados e 16 senadores, o que representa 15% do número total de deputados e 20% do total de senadores.

Para se ter uma ideia de como o número é alto, entre o dia 1º e 18 de junho, por exemplo, o presidente se reuniu com 31 deputados e dez senadores. Apenas na última quinta-feira, 13, às vésperas da votação na CCJ, ele recebeu 49 deputados.

Michel Temer esteve com 26 dos 40 parlamentares que votaram a favor dele na CCJ. Como o levantamento do jornal só leva em conta encontros registrados nas agendas oficiais, este número pode ser ainda maior.

O levantamento do corpo a corpo ocorre um dia depois de o Globo informar que o peemedebista anunciou programas e liberações de verbas para estados e municípios que chegam a R$ 15,3 bilhões. A decisão final sobre a denúncia contra Temer será tomada no plenário da Câmara, no dia 2 de agosto.

Fontes:
Estadão-Com denúncia, Temer recebe 82 deputados

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Markut disse:

    Proponho, para contrarrestar o aguerrido Laércio, o artigo lapidar de Everardo Maciel,”O andar do hipopótamo trôpego” em OESP de 08/07/17 pp e o meu destaque:

    “Uma população pouco esclarecida ,em razão do lastimável padrão da educação pública, é um espaço fertil para o engodo e a manipulação”.

    A tragédia está na figura do político resultante dessa situação, que consolida a péssima qualidade da representação necessária , numa democracia representativa, como pretende ser a nossa.

    O que falta é o necessário poder do “recall”, como direito do eleitor insatisfeito com o seu representante.

    Caso contrário, a democracia será sempre a farsa, que legaliza a pseudo representação, desse bando de populistas predadores, urubús famintos de poder e fortuna, à custa do assalto aos cofres públicos,tendo, como armas , simplesmente uma caneta , um colarinho branco , muita desfaçatez , um histórico sentimento de impunidade e nenhum espírito cívico.

    Há quanto tempo não ouvimos falar mais em patriotismo?

    De fato, desse tipo de político, não precisamos, nem pela qualidade, nem pela quantidade.

    E cuidado com o efeito Orloff que uma vizinha Venezuela pode representar.

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    Agora não precisamos mais de roubar é só distribuir dinheiro para os Estados e o presidente tem uma maioria para não ser derrubar. Quer dizer que nossos representantes não serve para nós e sim, trabalham em causa própria como sempre trabalhou e agora é a rodo

  3. laercio disse:

    … Mais uma vez ele trabalha muito para derrubar denúncias contra ele! Falar sobre esta matéria seria fatídico para não notório. Cadê a criatividade desses editores…Kkk.
    Vamos falar de algo mais interessante!
    Antigamente tínhamos que ter a figura do político é do partido; o primeiro para representar o povo, o segundo para representar a ideologia.
    “Afinal não dava para colocar 160 milhões de brasileiros em uma sala e iniciar as discussões”…
    E hoje? O político serve para que?-podemos colocar 210 milhões de brasileiros em salas eletrônicas e ter um perfil coletivo do que esta população quer!
    A figura do político não é mais necessária!
    Agora, podemos ter uma fiel ideia de tudo sobre a opinião popular, os meios eletrônicos propiciam isto!

    Acho que chegou a hora de um plebiscito experimental, do tipo:
    Sim(. ) ou não(. ) para pena de morte para traficantes e latrocidas?
    É, agora a população pode falar por si!
    Vamos falar mais sobre esse assunto! Eu preciso de um político para que?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *