Início » Brasil » Temer quer retomar obras paradas para reativar economia
ACORDO COM SENADO

Temer quer retomar obras paradas para reativar economia

Senado afirma que há atualmente mais de 20 mil obras inacabadas em todo o país

Temer quer retomar obras paradas para reativar economia
Temer quer selecionar as obras que podem ser concluídas até 2018 (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente em exercício, Michel Temer, acertou com o presidente do Senado, Renan Calheiros, o lançamento de um relatório incluindo todas as obras paradas atualmente no país. O objetivo do governo interino é retomar os projetos inacabados para reativar a economia. A informação é da coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo.

Leia também: Michel Temer critica proposta de novas eleições

Ainda de acordo com a coluna, Temer quer, junto com governadores, selecionar as obras que podem ser concluídas até 2018. A expectativa é de que um acordo seja fechado até a próxima terça-feira, 5.

O Senado afirma que há atualmente mais de 20 mil obras inacabadas em todo o país. A coluna ressalta que Temer não conseguiria concluir nada lançado em sua própria gestão.

Nesta semana, o presidente em exercício já teria cobrado de ministros da área de infraestrutura a retomada de obras paradas no país.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Em acordo com Senado, Temer vai retomar obras paradas para reativar economia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Eng. Paulo Bancovsky Pioneiro fundador da ANE ACADEMIA NACIONAL DE ENGENHARIA e ex Presidente disse:

    Proposta inteligente e fundamentada. As promessas aguardarão seu tempo, enquanto as realizações são materializadas e a propaganda possa repercutir na opinião pública , diferenciando o recente passado com as esperanças de melhor futuro. No momento adequado as obras se transformam em inaugurações festivas que consolidam os argumentos, e esses muito bem apresentados ditarão o rumo da Campanha Presidencial.
    Recomendo que um seleto grupo de Engenheiros examine com absoluta isenção e rigorosa atenção as precificações, cronogramas, compromissos, significado social e abrangência demográfica de cada obra e serviços, estabelecendo um rol de precedência com critério e com AVAL, para que as Engenharias sejam prestigiadas e proporcionem condições para acabar com o ciclo dos festivais de descalabros e inconsequências produzidas por nocivas interferências político partidárias. Cada local conhecerá como determinada obra ou serviço contribuirá para a solução dos seus problemas, melhoria das condições de vida e de progresso.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *