Início » Brasil » Temer vai ao Programa do Ratinho falar de Previdência
REFORMA POLÊMICA

Temer vai ao Programa do Ratinho falar de Previdência

'Já negociamos tudo o que podíamos', afirmou presidente

Temer vai ao Programa do Ratinho falar de Previdência
Presidente reconheceu que o tema é polêmico (Fonte: Reprodução/Presidência da República)

Em entrevista ao apresentador Ratinho, do SBT, o presidente Michel Temer afirmou que o governo já negociou tudo o que podia para conseguir aprovar a reforma da Previdência no Congresso.

Ainda de acordo com Temer, a aprovação da reforma deve ocorrer “em fevereiro, março”. O programa, veiculado nesta segunda-feira, 29, foi gravado no dia 18 de janeiro, em São Paulo.

Apesar do otimismo de Temer, governistas admitem que ainda não há apoio do número necessário de votos para aprovar o projeto.

O presidente reconheceu, no entanto, que o tema é polêmico e que teve que abrir mão de alguns pontos do texto para que a reforma seja aprovada no Congresso.

“Estamos contando votos, mas os votos estão crescendo e nós vamos aprová-la, se Deus quiser, em fevereiro. […] Já negociamos tudo o que podíamos”, afirmou Temer.

O presidente ressaltou ainda que, “nesse momento, têm embaraços, controvérsias, mas depois a reforma fará um beneficio extraordinário ao nosso país. […] Se você não mudar a regra do jogo agora, você não consegue ter aposentadoria lá na frente”.

Durante a entrevista, Temer pediu mais uma vez apoio da população para “convencer” os parlamentares da necessidade da proposta defendida pelo governo: “Mandem carta para deputado, senador, mostrando que é fundamental aprovar. O deputado vai, volto a dizer, ressoar, fazer ecoar a voz do povo. Então, se o povo estiver de acordo, ele se sente confortável para votar”.

Fontes:
G1 - 'Já negociamos tudo o que podíamos', diz Temer sobre reforma da Previdência

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. ros disse:

    A reforma da previdencia? O que me assusta está acontecendo o mesmo que ocorreu com o DESARMAMENTO.
    MENTIRA, MENTIRAS para prejudicar o povo.
    Cadê as concessões que o Governo fez; jantares, corte de cafézinhos, auxilio paletó, viagem etc…..

  2. Laércio disse:

    As ditas reformas são de uma discrepância sem fim! Acabem com os altíssimos ordenados de políticos e magistrados, cobrem as gigantes empresas que devem mais de trinta bilhões a previdência…

    Não há reforma quando apenas uma parte paga com sacrifício.

    Antigamente os governos eram mais discretos, falavam uma coisa e faziam outra para prejudicar sem serem percebidos.

    Hoje o governo fala na cara o que vai fazer… é como se falasse: estou recolhendo seu direito A,B,C…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *