Início » Brasil » Tempos extremos
Livros

Tempos extremos

Uma história de paixões extremas ambientada no século XXI, mas marcada pelo passado

Tempos extremos
Tempos extremos conta com uma narrativa que transita pelas cicatrizes da escravidão e os subterrâneos do regime militar (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Romance de estreia da jornalista Míriam Leitão, Tempos extremos, publicado pela editora Intrínseca, é uma história densa de paixões extremas ambientada no século XXI, mas marcada pelo passado. Uma narrativa que transita pelas cicatrizes da escravidão e os subterrâneos do regime militar.

Quantos mistérios uma fazenda centenária, perdida entre as serras de Minas Gerais, longe da estrada, fora da rota do turismo, sem luz e telefone esconde. Os mistérios de uma casa, um fantasma de épocas perdidas, revelam histórias de passados diversos a uma família dividida por conflitos afetivos e políticos. São mistérios que Larissa descobrirá em uma estranha jornada, na qual perseguirá sombras e segredos.

A avó de Larissa, Maria José, está prestes a completar 88 anos e pede como presente de aniversário uma reunião familiar com os filhos, netos e bisnetos na fazenda Soledade de Sinhá. Cada um dos filhos de Maria José seguiu um caminho diferente. Hélio, o mais velho, fez carreira como militar no período da ditadura; Sônia investiu em ações e ficou rica; Alice, mãe de Larissa, participou dos movimentos contra a ditadura, foi presa e interrogada. Marcos passou a juventude sonhando em ser músico, mas se frustrou e nunca conseguiu ter uma estabilidade financeira.

Na tentativa de fugir da sua realidade, de seu presente e de suas dúvidas, Larissa mergulha na história da fazenda Soledade de Sinhá marcada por diversos ciclos econômicos, entre eles de mineração, de plantações e gado. Certa noite e de maneira inesperada, Larissa rompe as barreiras do tempo e volta dois séculos e interage com três escravos da fazenda, Constantino e os dois filhos Bento e Paulina.

Por meio dos relatos de Constantino, Larissa começa a compreender e a questionar a realidade por ele vivida. E, ao mesmo tempo, encontra em Bento e Paulina duas almas livres, porém enclausuradas e dispostas a lutar, ainda que de formas diferentes, por sua liberdade.

A narrativa de fatos históricos sob a ótica dos sentimentos tece uma trama intensa do ponto de vista emocional. Tempos extremos é um romance pungente e instigante, que envolve o leitor nos problemas e dilemas vivenciados pelos personagens.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Claudio Motta disse:

    A autora, Miriam Leitão, conta a história magistralmente, como se fosse uma romancista já bastante experimentada.
    A alternância dos tempos históricos (o PRESENTE, marcado pelas dúvidas de Larissa e pelas divisões familiares e o PASSADO, marcado pela história do casarão e pelos dilemas dos escravos) é feita de forma bastante dinâmica e inusitada.
    Além das referências a outras obras (ANTÍGONA, Cecília Meireles, Machado de Assis, entre outros), há o pano de fundo das cicatrizes deixadas pela ditadura militar em contraste com os escândalos do presente. Além disso tudo, Larissa tem que vencer suas próprias LUTAS internas com a “ajuda” das questões familiares e dos escravos.
    Baita livro, recomendo mesmo!
    Estou no meio dele e pretendo terminá-lo até o final de semana.
    Abraços

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *