Início » Brasil » Trabalhadores são os mais afetados pela corrupção
REFLEXOS DA CRISE

Trabalhadores são os mais afetados pela corrupção

A economia instável atinge, principalmente, aqueles que não têm nada a ver com a corrupção investigada pela Operação Lava Jato

Trabalhadores são os mais afetados pela corrupção
Marcelo Odebrecht foi sentenciado a 19 anos de prisão por subornar autoridades em contratos do governo (Foto: EBC)

O engenheiro Ricardo Coelho, 50 anos, estava no auge de sua carreira quando trocou sua calculadora por pinças de sobrancelha. Antes um alto executivo da Odebrecht, ele se viu sem perspectiva profissional dois anos atrás, quando o chefe executivo da firma foi preso, gerando a perda de 100 mil empregos. Coelho então abriu um salão de sobrancelhas, num shopping em São Paulo.

“Eu tenho 27 anos de experiência e um diploma da melhor universidade do Brasil, mas eu não consigo nem receber uma chamada para entrevista”, contou ele ao Washington Post. Coelho é um dos milhares de trabalhadores qualificados que está tentando lidar com a economia instável do Brasil depois da Operação Lava Jato. A investigação resultou em várias prisões de executivos da construtora, do setor petroquímico e do setor de frigoríficos.

Enquanto isso, vários trabalhadores que não estavam diretamente envolvidos no escândalo estão pagando o preço. “Trabalhar na Odebrecht era um sonho de engenheiro. Eu estava no caminho para a aposentadoria.” O sonho acabou em junho de 2015, quando Marcelo Odebrecht foi sentenciado a 19 anos de prisão por subornar autoridades em contratos do governo.

Coelho, que não tinha nenhum conhecimento no setor de beleza, soube usar suas habilidades de negócio e de gerenciamento. Hoje ele lucra mais com o salão do que como engenheiro. No entanto, nem todos tiveram a mesma sorte. Silvia Boccagini, 52 anos, técnica de tubulação, ainda não encontrou outro emprego desde que foi despedida da Odebrecht há dois anos. Ela sobrevive com a ajuda de parentes.

Mesmo que signifique mais incerteza na economia do país, 90% dos brasileiros querem que a investigação continue, segundo a pesquisa Ipsos, realizada no mês passado. Silvia está entre os que apoiam a operação. Depois de tantas mudanças no cenário econômico, a expectativa é que a Lava Jato não seja em vão.

Fontes:
The Washington Post-A corruption scandal wrecked Brazil’s economy. Now, workers face the consequences.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *